Governadores do Japão apelam para o povo não se deslocar para fora da província

Publicado em 2 de agosto de 2021, em Sociedade

Além disso, consideram pedir ao governo do país uma forma de lockdown.

Neste Artigo:
&nbspGovernadores do Japão apelam para o povo não se deslocar para fora da província
Reunião online dos governadores do país (JNN)

No domingo (1.º) os integrantes da Associação dos Governadores participaram de uma reunião online, cujos temas foram a rápida expansão da variante Delta e do número crescente de novos casos diários, além de um apelo à população.

Publicidade

Pediram o cancelamento das viagens e dos retornos à terra natal, para fora das fronteiras da província onde reside, durante o feriado de Obon e as férias de verão.  

Também consideram solicitar ao governo do país uma medida mais severa, como uma forma de lockdown, para evitar as saídas das cidades, para suprimir a propagação da infecção do novo coronavírus, na quinta onda. 

Em relação à inoculação, “sinto que é uma missão nacional distribuir a vacina a todos que a desejam”, disse a governadora de Tóquio, Yuriko Koike. Alguns apontaram a redução das doses enviadas para as províncias, destacando a fraca resposta do país.

Se continuar assim, hospitais não poderão atender outros pacientes

“O colapso do sistema médico é iminente. É assim que poderá ficar. Não haverá local para ser transportado de ambulância. Mesmo que a pessoa sofra de hipertermia ou acidente de trânsito, não terá hospital para atendê-la. Tal situação está se aproximando, por isso, gostaria de pedir a todos o último gaman”, apelou o governador de Kanagawa, Yuji Kuroiwa. 

Gaman, segundo a Wikipedia, é um termo japonês, oriundo do zen-budismo, o qual significa suportar o insuportável com dignidade, muitas vezes traduzido como paciência, perseverança ou tolerância. 

Suas palavras são válidas para todas as províncias sob estado de emergência, bem como as sob as medidas prioritárias. 

Estão em estado de emergência Okinawa, Tóquio, Saitama, Chiba, Kanagawa e Osaka.

Sob as medidas especiais estão Hokkaido, Ishikawa, Quioto, Hyogo e Fukuoka. As duas medidas especiais são válidas a partir de segunda-feira (2) até 31 deste mês.

Fontes: ANN, JNN, Mainichi e Gov.


Vamos comentar?


.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão