Hakugei, montanha-russa híbrida do Nagashima é pura adrenalina

Recém-inaugurada, como a segunda mais extensa e a terceira mais alta do mundo a Hakugei tem uma trilha emocionante, jamais vista no Japão!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Vista aérea da nova montanha-russa (CBC TV)

A estreia da Hakugei, segunda montanha-russa mais extensa do mundo, foi marcada de expectativa. Nas primeiras horas de quinta-feira (28) formou-se fila de 2 horas de espera no Nagashima Spa Land, em Mie.

Publicidade

Substituta da White Cyclone, encerrada em janeiro do ano passado, a estrutura e os trilhos foram reaproveitados na Hakugei (白鯨) cujo significado é Moby-Dick ou baleia branca.

Faz jus ao nome. É gigantesca, branca e cheia de ondulações como as ondas do mar. O ponto mais alto chega a 55 metros, tem inclinação de até 80º e chega à velocidade de 107Km/h. O passageiro parece que vai saltar do carro quando gira 90 graus, nos trilhos torcidos. É pura adrenalina em quase 3 minutos no percurso de 1.530 metros.

“Me senti nadando como uma grande baleia”, disse um dos primeiros a experimentar a emoção da nova e híbrida montanha-russa. “Valeu a pena esperar por ela, foi ótima”, exclamou outro.

Hakugei

É chamada de híbrida por que sua estrutura foi toda construída com a madeira da antecessora, White Cyclone, combinada com aço. Isso tudo para dar esses movimentos ‘torcidos’ e precisos. Essa combinação resulta em mais resistência e beleza.

Fotos da Hakugei, de dia e de noite (divulgação)

Ao acender as luzes à noite parece uma baleia branca gigante flutuando no céu, proporcionando aos passageiros um momento fantástico.

Toda a madeira da antecessora daria para construir 800 casas tamanho 4LDK ou 4 quartos, sala e cozinha. Isso dá uma ideia da dimensão desse novo brinquedo no Nagashima.

Só fica atrás em extensão, da Steel Vengeance, em Ohio nos EUA, com 1.750 metros. Em altura fica em terceiro, sendo a segunda, a Wildfire 1 metro mais alta (Kolmarden, na Noruega) e a primeira é a mesma mais extensa, com 62,48 metros.

O embarque máximo é de 24 pessoas. Custa ¥1.500 e, se tiver passaporte (¥5.200) pode embarcar várias vezes. A altura mínima é de 1,30m.

Se ainda nunca foi ao parque toque aqui para abrir o mapa.

→ Caso queira ler outras matérias de lazer e turismo toque aqui.

Então, assista ao vídeo do noticiário da CBC TV e tenha uma ideia do que vai experimentar! Divirta-se!

Fontes: divulgação, CBC TV e Nagoya TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Universidade de Quioto continua sendo a melhor em ranking no Japão

Publicado em 29 de março de 2019, em Sociedade

As universidades japonesas foram julgadas em quatro áreas – recursos, engajamento, resultados e ambiente.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Torre do relógio da Universidade de Quioto (Wikimedia/Soraie8288)

A Universidade de Quioto foi coroada a melhor entre 330 universidades japonesas, pelo segundo ano consecutivo, nos rankings deste ano divulgados na quarta-feira (29) pela Times Higher Education, ultrapassando a de Tóquio.

Publicidade

Os nove lugares foram dominados por universidades nacionais, com a de Tohoku ficando em 3º, seguida pela de Kyushu. A Universidade de Hokkaido e a de Nagoia dividiram a 5ª posição.

O terceiro Japan University Rankings foi produzido em cooperação com a Benesse, uma empresa de serviços educacionais. Ao contrário dos rankings globais anuais com foco na qualidade de pesquisa, a versão japonesa coloca importância na força das universidades em desenvolver as habilidades dos estudantes.

As universidades japonesas foram julgadas em quatro áreas – recursos, engajamento, resultados e ambiente. Esses foram quantificados por 16 “indicadores de desempenho individual” como recursos gastos com estudantes, proporção competência-estudante, resultado acadêmico e reputação acadêmica.

A Universidade Internacional de Akita, pública, ficou em 10º. Conhecida por encorajar o estudo no exterior, ela também ficou em primeiro por promover um ambiente internacional.

As universidades privadas tiveram classificação baixa. A Universidade Internacional Cristã ficou em 11º, a de Waseda em 13º e a de Keio em 14º.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância