Segredos para o tempurá sequinho e crocante

O tempurá é uma iguaria japonesa, cujo nome tem origem portuguesa, da palavra tempero.

Tempurá preparado em casa também pode ficar sequinho e crocante (Sapporo Beer)

Que tal preparar uma festa de tempurá em casa? Basta reunir os ingredientes que mais gosta, preparar a massa e fritar. Confira as receitas da massa e os segredos para o tempurá crocante.

Publicidade

Vegetais e pescados

Você pode usar os vegetais e pescado que mais gosta para o preparo da iguaria tipicamente japonesa. Sugestões: abóbora cortada fina, beringela, pimentão, pimenta, brócolis, couve-flor, raízes de bardana e flor de lótus, batata doce ou batata em fatias, cogumelo shitake (inteiro), camarão, peixes pequenos, etc.

Um dos segredos está na massa que envolve o alimento e o óleo para a fritura.

Secar bem os ingredientes com toalha de papel é também um dos segredos (Sapporo Beer)

Massa básica de tempurá para 2 pessoas

  • 50 gramas de farinha de trigo
  • 1 clara (esse é um dos segredos: não usar gema)
  • 100 ml de água gelada (esse é outro segredo)

Outra massa que deixa o tempurá crocante

  • 50 gramas de farinha de trigo
  • 75 ml de água gelada
  • 1 colher de sopa de maionese

Massa com saquê

  • 2 colheres de sopa cheias de farinha
  • 1 colher pequena de maionese
  • 2 colheres de sopa de saquê ou shochu
  • 1 colher pequena de água gelada

Massa com vinagre

  • 1 ovo (só a clara)
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 180 ml de água gelada
  • 1 colher de sopa de vinagre

Misture bem os ingredientes dentro de uma tigela. Use essa massa para envolver os alimentos que deseja fritar. Por isso, antes de preparar a massa, já deixe os alimentos cortados e dispostos em uma bandeja. Detalhe: os alimentos não são temperados. Outro segredo é que os alimentos estejam secos. Por isso, seque bem cada uma das fatias com toalha de papel antes de passar na massa.

Segredos para o óleo: meio a meio com óleo de gergelim e temperatura ideal (Sapporo Beer)

Óleo para tempurá

Aqui tem outro segredo. O ideal é usar 50% de óleo de cozinha comum misturado com 50% de óleo de gergelim (ごま油). Isso vai ajudar a dar crocância.

Outro segredo é usar uma panela funda, mesmo que seja de diâmetro pequeno. Para um tempurá crocante é preciso que tenha bastante óleo.

A temperatura também conta. O ideal é entre 160 a 170 graus para os vegetais e de 180 a 190 graus para os pescados e frutos do mar.

Tentsuyu é o molho para se servir do tempurá, acompanhado de nabo ralado (Cookpad)

Tentsuyu

Em uma tigela de vidro ou de porcelana misture 120 ml de água, 40 ml de shoyu, 40 ml de mirin e um punhado de katsuobushi (peixe bonito seco e ralado). Leve a tigela ao forno de microondas por 1 a 2 minutos. Coe, deixe esfriar e sirva como molho de tempurá.

Como se servir do tempurá

O tempurá deve ser servido com um molho próprio, chamado de tentsuyu, acompanhado de nabo ralado. Esse molho pode ser comprado pronto (天つゆ) ou prepará-lo em casa, conforme o tópico acima.

Você ainda pode se servir só com sal de boa qualidade.

Bom apetite!

Fontes: Cookpad e Matome Naver
Fotos: Cookpad e Sapporo Beer

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Governo estuda cobrança de pedágio em locais turísticos

Publicado em 11 de setembro de 2017, em Conhecendo o Japão

O governo estuda a possibilidade de cobrar pedágio em destinos turísticos populares, que incluem aqueles em Nagano e Kanagawa, para aliviar o congestionamento no tráfego.

Um dos locais onde o governo fará pesquisa para aplicar pedágio será Quioto (a área de Kiyomizu-dera é muito frequentada por turistas em Quioto/ arquivo Portal Mie)

O Ministério dos Transportes do Japão disse que está estudando a possibilidade de cobrar pedágio em 4 destinos turísticos populares para aliviar o congestionamento no tráfego.

Publicidade

De acordo com a reportagem da NHK, o ministério planeja fazer pesquisa de tráfego na antiga capital Quioto, em Kamakura (Kanagawa), em Kobe (Hyogo) e no resort central de Karuizawa (Nagano) no próximo mês.

As ruas nessas áreas ficam muito movimentadas nos finais de semana e durante as altas temporadas, afetando o cotidiano de residentes locais.

A pesquisa visa determinar como a condição climática, a estação do ano e eventos afetam o tráfego, onde e como coletar pedágios e se os residentes deveriam ser cobrados.

Representantes do ministério dizem que também estão considerando usar inteligência artificial (IA) para auxiliar a reduzir o congestionamento no tráfego em locais turísticos. Uma data de lançamento para o sistema ainda não foi decidida.

Fonte: NHK
Imagem: Portal Mie

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!