Japão poderá ter aumento de tufões violentos

Resultado do estudo da AMJ-Agência de Meteorologia do Japão mostra possibilidade de aumento de tufões violentos sobre o arquipélago.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Resultado do estudo mostra que o Japão é um dos países que poderá ter aumento de tufões violentos

O Instituto de Pesquisa da Agência de Meteorologia do Japão anunciou nesta sexta-feira (27) o resultado de um amplo estudo a respeito dos tufões. Ele aponta a possibilidade de aumento de tufões violentos sobre o Japão.

Publicidade

Masayoshi Ishii, Gerente do Instituto de Pesquisa Divisão 4 do Departamento de Estudos Climáticos, alertou sobre as consequências. “Existe a possibilidade de aumento da aproximação dos tufões violentos sobre o Japão. São necessárias contramedidas de desastre adequadas”, apontou nesta sexta-feira.

A equipe realizou uma simulação do clima global usando computadores. Comparou a situação de 1979 a 2010 com uma previsão do final do século 21, com elevação de 3 graus da temperatura, considerando o não progresso da emissão dos gases que provocam o efeito estufa.

Como resultado constatou a diminuição de 33% da ocorrência de tufões violentos, com velocidade de ventos de 59 metros ou mais, os quais arrancariam árvores e derrubariam postes. Em todo o mundo eles diminuiriam, mas foram encontradas situações diferentes para cada área marítima.

Japão poderá ter aumento de tufões violentos

Há possibilidade de aumento no Havaí, México e Japão, nas águas do Oceano Pacífico. Esses tufões violentos que podem atingir as águas do mar do sul do Japão, são formados a milhares de quilômetros na zona tropical.

Atualmente, a incidência de tufões violentos que atingem o mar ao sul do Japão é de 3 vezes a cada 10 anos. Mas, no futuro a possibilidade é de aumento. Passaria para 5 vezes a cada década.

O motivo é o aquecimento global. As águas do mar têm aumento da temperatura na sua superfície, favorecendo o surgimento de tufões, explicou a equipe.

Fontes: Mainichi e Nihon Keizai
Foto:  National Institute of Informatics

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Produtos da Kobe Steel perdem selo de qualidade do Japão

Publicado em 27 de outubro de 2017, em Sociedade

A empresa disse que certos tubos de cobre produzidos em uma de suas subsidiárias em Hadano (Kanagawa) perderam a certificação de qualidade.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A empresa disse que certos tubos de cobre produzidos em uma de suas subsidiárias em Hadano (Kanagawa) perderam a certificação de qualidade (Nikkei)

A indústria no ramo do aço, Kobe Steel, perdeu a certificação dos Padrões Industriais do Japão (JIS, na sigla em inglês) para vários produtos de cobre após falsificação de dados sobre sua qualidade, marcando o terceiro rebaixamento do grupo em uma década e prejudicando a confiança entre as fornecedoras japonesas e seus clientes.

Publicidade

A empresa disse na quinta-feira (26) que certos tubos de cobre produzidos na subsidiária Kobelco & Materials Copper Tube em Hadano (Kanagawa), perderam a certificação JIS.

A empresa havia alterado dados de qualidade como se os produtos atendessem a um padrão necessário e os vendeu a quatro clientes corporativos com o selo de aprovação JIS.

A Organização de Garantia de Qualidade do Japão descobriu o problema enquanto investigava o sistema de segurança de qualidade da planta, à luz de fabricações similares para produtos de aço e alumínio.

Até o momento, a empresa negou repetidas vezes ter violado a lei. “Pedimos nossas sinceras desculpas por todo o problema que causamos a nossos clientes,” disse aos repórteres o presidente Hiroya Kawasaki na quinta-feira, salientando que a empresa vai estudar “medidas compreensivas para evitar uma recorrência” de tal fabricação.

“Visamos reganhar a certificação JIS o mais rápido possível” e “reconstruir a confiança” com a rede da Kobe Steel, disse.

Questão de confiança

Por todo o transtorno que causou, o escândalo parece ter um impacto limitado sobre segurança de produto.

Cerca de 80% dos clientes que receberam os produtos de cobre, alumínio e outros afetados, até agora, confirmaram que os materiais são seguros, disse a Kobe Steel.

A extensão completa do escândalo ainda pode emergir. A Kobe Steel anunciou na quinta-feira que quatro novos casos vieram à tona em que unidades, incluindo seu negócio de maquinário japonês, haviam fabricado dados completos ou falharam em concluir os procedimentos de teste de forma adequada.

Acusações de irregularidades em unidades de operação de aço no exterior também estão sob investigação.

Fonte e imagem: Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância