Venda de produtos falsificados de marcas famosas leva 2 à prisão

Eles faziam vendas na internet e teriam levantado quase 50 milhões de ienes de faturamento.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

EUA e Israel anunciam saída da Unesco

Publicado em 13 de outubro de 2017, em Notícias do Mundo

EUA e Israel anunciaram a saída da Unesco por causa de, entre outros motivos, postura anti-israelita. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O primeiro-ministro de Israel Netanyahu e o presidente americano Trump apertando as mãos (Foto: 18/Set)

Os EUA e Israel anunciaram na quinta-feira (12) a saída da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Os EUA criticaram a postura anti-israelita da entidade. Após a declaração de saída dos EUA, Israel elogiou a decisão e resolveu sair da Unesco.

Publicidade

No mesmo dia, o Departamento de Estados dos EUA comunicou a decisão para o órgão. O comunicado dizia: “O Departamento de Estado comunica à Diretora-Geral Irina Bokova a decisão da saída dos EUA da Unesco e o pedido de nomeação de observadores permanentes.

Essa decisão não foi tomada ligeiramente, e mostra a preocupação dos EUA com a estagnação da Unesco, a necessidade para reformas fundamentais na organização, e o contínuo viés anti-Israel na Unesco.”

Segundo o Departamento de Estado dos EUA, após a saída oficial em dezembro deste ano, os EUA irão permanecer na Unesco como “observadores”. O primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu elogiou essa “decisão brava e moral” e publicou em seu Twitter que o país estava realizando os preparativos para a saída da Unesco juntamente com os EUA.

Segundo a NHK News, os EUA já haviam saído em 1984 da Unesco por tendências esquerdistas e desperdícios financeiros. Em 2003, os EUA voltaram para o órgão. Em 2011, com a entrada formal da Palestina, o presidente Obama congelou a contribuição de fundos.

A diretora-geral informou em seu Twitter que lamenta profundamente a decisão dos EUA após ter recebido a notificação de Rex Tillerson, secretário de Estado.

Fonte: Huffington Post

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância