Depois dos pilotos agora o capitão do cruzeiro também estava alcoolizado

Após cometer um acidente que danificou o navio de luxo do Japão, foi detectado nível de álcool no teste do bafômetro do capitão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa do navio de luxo do Japão, Nippon Maru (Wikipedia)

A imprensa soube que um navio cruzeiro de luxo, o Nippon Maru, de propriedade da Mitsui, sofreu um acidente quando saía de Guam, em 30 de dezembro.

Publicidade

O Ministério da Terra, Infraestrutura e Transportes está investigando as circunstâncias detalhadas porque foi detectado nível de álcool superior ao permitido, no capitão.

O navio de luxo colidiu com o cais. Danificou a parte traseira em 2 locais, além de danos também no cais.

Havia cerca de 600 pessoas a bordo, sendo 372 passageiros e 230 tripulantes, mas ninguém se feriu.

Cerca de 4 a 5 horas após o acidente o capitão passou por um teste do bafômetro, aplicado pelas autoridades locais. Foi constatado 0,15 miligramas a mais de álcool do que o permitido pela legislação local.

Apesar do capitão alegar que ingeriu bebida alcoólica para se acalmar, está sendo investigado pelo ministério.

O cruzeiro partiu de Yokohama (Kanagawa) em 26 de dezembro, passando por Guam e Saipan. A previsão de retorno era em 3 de janeiro, mas com o acidente o cruzeiro foi suspenso e os passageiros foram direcionados para o retorno ao Japão, de avião.

O Nippon Maru tem 170 metros e 22,4 mil toneladas e é considerado um navio de luxo do Japão.

Fonte: NHK 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Banca de advogados de Carlos Ghosn explica sobre sua prisão

Publicado em 8 de janeiro de 2019, em Crime

Foi realizada a esperada coletiva de imprensa no Clube dos Correspondentes Estrangeiros, em Tóquio, a respeito da prisão de Ghosn.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

À esquerda o advogado principal de Carlos Ghosn

A sede do Clube dos Correspondentes Estrangeiros, de 73 anos de existência, em Tóquio, realizou uma coletiva de imprensa com a bancada dos advogados de Carlos Ghosn. A coletiva começou às 15h de terça-feira (8) e é a primeira vez que toda a banca de advogados é apresentada.

Publicidade

Centralizada no advogado Tomonari Otsuru, outros dois – Go Kondo e Masato Oshikubo – foram apresentados. Todas as explicações foram em dois idiomas,  em japonês e inglês, por causa dos jornalistas estrangeiros.

Otsuru começou explicando sobre os motivos da prisão do seu cliente e pediu a coletiva para dizer que está preso injustamente.

Ghosn se dedicou a levantar a montadora, durante 20 anos, o que foi motivo de alegria levar a Nissan até o topo do país. Por isso, Ghosn reafirma sua inocência, por acusações que lhe foram impostas.

“Para o tribunal as provas são tudo, mas confesso que gostaria que ouvisse mais o advogado”, declarou. Para a pergunta porque só agora está realizando a coletiva. Ele pensava que poderia obter a liberdade sob fiança mais rápido como foi com Greg Kelly.

Perguntas dos jornalistas

O jornalista da Reuters perguntou sobre o pano de fundo da prisão de Ghosn e motivo: “como advogado de defesa dele estou acompanhando o movimento da promotoria, mas não podemos comentar sobre essa possível retaliação da montadora. Mas é possível prever uma guerra interna, por material fornecido pela própria Nissan para a promotoria. Como advogado posso dizer que gostaria que a promotoria investigasse mais os envolvidos”, explicou.

O advogado principal é o sentado no meio e ao seu lado esquerdo estão os da banca

A Asia Times perguntou se o advogado tem direito a ter acesso à documentação da investigação. O advogado disse que ainda não, a não ser durante o período que antecede ao julgamento.

Em resposta à situação carcerária, o advogado explicou que ele emagreceu sim, pois o rosto está mais magro. Está dormindo em uma cama, em cela um pouco maior. A família não pode visitá-lo por estar em investigação, a pedido da promotoria. Durante a prisão dos dois, teve contato com seus advogados, agora não, mas se começar o julgamento, deve voltar a estabelecer comunicação.

Em relação à suspeita de sonegação fiscal o advogado disse que continuará defendendo por que não há evidência disso, já que Kelly realmente consultou os advogados antes disso.

Ghosn é focado quando conversa com os advogados

Na legislação japonesa, nessa fase não é possível ter acesso aos depoimentos dos demais diretores. Isso só será possível antes de começar o julgamento.

Ghosn estaria preso estranhamente por suposto crime de evasão fiscal depois de 10 anos. Se outras pessoas, japonesas, fizeram o mesmo não foram presas porque o prazo já teria vencido. No entanto, como Ghosn estava no exterior acabou sendo preso. Em seguida, foi preso por conta da suspeita de pagamento indevido.

O jornalista da BBC perguntou sobre o depoimento do filho Anthony para o jornal francês. Se é verdade que a promotoria força Ghosn a assinar a culpa.

O advogado explicou que há intérprete durante os interrogatórios e tudo é gravado em vídeo, portanto, não há essa preocupação de assinar uma declaração de acusação em japonês, porque tudo é lido pelo intérprete antes. E, durante todo esse tempo Ghosn nunca reclamou sobre esse assunto.

O advogado declarou que ainda na terça-feira apresentará pedido para libertá-lo.

Há mais de 50 dias vem conversando todos os dias durante 2,5 horas, de forma produtiva. Por isso, para os advogados não fala de outro assunto que não seja relacionado às suspeitas, de forma pontual e lógica. Pode ser que com os embaixadores falem mais sobre a situação na prisão.

Fonte: FCCJ

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades