Japoneses resgatados de Wuhan recebem mensagem amorosas na areia do hotel

Ainda hospedados no hotel, em situação de quarentena, os japoneses que retornaram de Wuhan são tomados de emoção pelas mensagens na areia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

‘Makeruna!’ na areia de frente do hotel, em foto aérea do Yomiuri Shimbun

O primeiro grupo de japoneses que voltou de Wuhan, China, no avião fretado pelo governo, continua hospedado desde 29 de janeiro quando foram evacuados da cidade chinesa. 

Publicidade

Estão no hotel situado na cidade praiana de Katsuura (Chiba), à beira-mar, recebendo contato visual externo através de mensagens de força, escritas por anônimos, na areia. Pode ser dos funcionários do hotel ou de pessoas da cidade. 

Nos primeiros dias foram surpreendidos com frases como “não se rendam”, “falta só mais um pouco, aguentem firmes”. Quem as viu postou as fotos no Twitter dizendo “não sei quem foi, mas chorei. Gratidão”. 

No sábado (8) uma outra frase de apoio “o coração é um só, venha de novo”, emocionou novamente os hóspedes em quarentena.

Em uma única palavra “makeruna!”, o que significa “não se renda”, todos se emocionaram quando souberam através de um anúncio feito pelo alto falante. 

Da janela do hotel foi visto um cartaz “obrigado” em resposta às palavras de carinho dessas pessoas amorosas. 

São 176 pessoas ainda no hotel e a previsão é de que sejam liberadas em 13 deste mês, já que nenhum deles foi contagiado pelo novo coronavírus.

São essas mensagens de apoio e força que os consolam, já que não têm contato externo. O não identificado autor de uma conta no Twitter fez um trocadilho “O amor definitivamente está se expandindo pelo círculo da infecção”. E o público do Twitter também emocionado envia palavras de conforto. 

Fontes: Yomiuri e J-Cast

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Rakuten Ichiba sob investigação, suspeita de violação da lei antitruste

Publicado em 10 de fevereiro de 2020, em Economia

Soube-se que a JFTC está realizando uma investigação na Rakuten Ichiba, suspeita de violação da lei antitruste em relação ao frete gratuito.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Matriz da Rakuten (NHK)

A JFTC-Japan Fair Trade Commission ou Comissão de Comércio Justo do Japão, na tradução livre, está investigando a Rakuten Ichiba, uma gigante do segmento de vendas online. 

Publicidade

A comissão entrou na matriz da empresa na manhã de segunda-feira (10) para investigar sobre a questão do frete gratuito para compras acima de um valor determinado. 

Pode ser bom para os consumidores, mas essa atitude da Rakuten é suspeita de impor essa carga aos lojistas, ferindo a lei de antitruste. Essa lei garante o comércio justo, a concorrência justa, opondo-se à formação de cartéis e monopólio, entre outras. 

Ela iniciaria esse frete gratuito para compras com valor superior a 3.980 ienes a partir de 18 do próximo mês. Os lojistas obtiveram através de um sindicato formado por eles, 4 mil assinaturas em um pedido para verificação dessa nova atitude da Rakuten e encaminharam à JFTC.

Terminada a investigação se a JFTC julgar que é ilegal, tomará algumas medidas antes da implementação.

Por outro lado a Rakuten informou “não há problema legal. No entanto, cooperaremos totalmente com a investigação da JFTC”.

Fontes: NHK, Sankei Biz e Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância