Uso de máscaras nas ruas de SP será obrigatório a partir de 7 de maio

A regulamentação sobre esse decreto caberá a cada prefeitura. São elas que vão definir a fiscalização e a aplicação das penalidades a quem desobedecer a medida.

A partir de 7 de maio uso de máscaras é obrigatório nas ruas de SP (ilustrativa/PM)

O uso de máscaras nas ruas das cidades do estado de São Paulo será obrigatório a partir do dia 7 de maio. A informação foi dada na segunda-feira (4) pelo governador João Doria.

Publicidade

Com isso, além da obrigatoriedade do uso em transporte público, que teve início na segunda-feira, os paulistas serão obrigados a usar a máscara, mesmo a de tecido, em qualquer espaço público, ou seja, quando precisarem sair de casa. O decreto será publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo nesta terça-feira (5).

“A partir de segunda-feira já passa a valer a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os meios de transporte público e privado e agora estendemos isso a toda população, com o objetivo de proteger os brasileiros de São Paulo, para que tenham menos possibilidade de serem infectados ou irem a óbito”, afirmou Doria.

A regulamentação sobre esse decreto caberá a cada prefeitura. São elas que vão definir a fiscalização e a aplicação das penalidades a quem desobedecer a medida. Segundo o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, na capital, a regulamentação das medidas deverá ser estabelecida até o dia 6 de maio.

Uso do fundo de saneamento

O estado de São Paulo e a prefeitura de São Paulo vão investir R$ 300 milhões do Fundo Municipal de Saneamento para o combate ao coronavírus.

Os recursos provenientes do Fundo Municipal de Saneamento Ambiental (FMSAI), antes destinados somente a ações de saneamento e infraestrutura, serão incorporados ao Tesouro Municipal para fortalecer as ações de enfrentamento da pandemia e evitar o colapso do sistema de saúde pública da cidade.

“Originalmente esses recursos são destinados para as ações de saneamento e infraestrutura, mas neste momento, dada a prioridade, serão integralmente redirecionados para a saúde pública na capital de São Paulo, para proteger vidas”, disse Doria.

O montante de R$ 300 milhões corresponde aos valores arrecadados em 2020 ou em anos anteriores, que não estão comprometidos em outros projetos e obras.

Os recursos do Fundo são provenientes dos repasses efetuados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e seus respectivos rendimentos financeiros, referentes aos 7,5% da receita bruta obtida a partir da exploração dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no município de São Paulo.

Agressões

Doria na segunda-feira lamentou os episódios de agressão a profissionais da saúde e da imprensa ocorridas, em Brasília, no final de semana. Para ele, os agressores não representam o “sentimento dos brasileiros” e não compreendem “a situação difícil e dramática que estamos passando no Brasil neste momento”.

Durante entrevista coletiva concedida na tarde de segunda-feira no Palácio dos Bandeirantes, o governador homenageou os profissionais da saúde e da imprensa, oferecendo buquês de flores para dois representantes de cada uma das categorias.

“Aqui em São Paulo repudiamos o ódio e respeitamos o trabalho dos profissionais da saúde e do trabalho da imprensa”, destacou.

Segundo o governador, o país enfrenta hoje a “fase mais dura e mais difícil dessa pandemia”, passando dos 100 mil casos.

O estado de São Paulo tem 31.772 casos confirmados de coronavírus, com 2.627 óbitos.

O número de internados cresceu nos últimos dias em todo o estado, chegando a 3.272 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva (UTI) e 5.150 em enfermarias.

A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 67,9% no estado e a 88,8% na Grande São Paulo.

Via Agência Brasil

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Avigan deve ser aprovado ainda este mês no Japão para tratar Covid-19

Publicado em 5 de maio de 2020, em Sociedade

O Avigan estava no caminho de ser aprovado em julho ou depois, mas Abe direcionou o ministério da saúde a acelerar a revisão do medicamento.

O favipiravir, comercialmente chamado de Avigan, deve ser aprovado ainda este mês como tratamento para coronavírus (NHK)

O Japão busca aprovar o anti-influenza Avigan como tratamento para coronavírus ainda este mês, disse o primeiro-ministro Shinzo Abe aos repórteres na segunda-feira (4), acelerando o processo em meses.

Publicidade

Originalmente, o Avigan estava no caminho de ser aprovado em julho ou depois, mas Abe direcionou o ministério da saúde a acelerar sua revisão do medicamento.

Atualmente, o Japão não tem tratamentos aprovados para Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, e o ministério da saúde está dando prioridade para aplicações relacionadas ao vírus. O Avigan, desenvolvido por uma subsidiária da Fujifilm Holdings, bloqueia os vírus de se reproduzirem dentro do corpo.

Enquanto isso, um ramo japonês da Gilead Sciences que tem sede nos EUA apresentou um pedido na segunda-feira para o remdesivir, que pode ser aprovado já nesta quinta-feira (7). Isso ocorre após a Food and Drug Administration dos EUA ter aprovado em 1º de maio o uso de emergência do medicamento para tratar Covid-19.

Reservas de Avigan

Ensaios clínicos do Avigan ainda precisam chegar ao número planejado de pacientes, mas o medicamento vem sendo administrado cada vez mais em contextos de pesquisa.

O Japão tem reservas suficientes de Avigan para cerca de 700 mil pacientes de coronavírus. O governo de Abe visa triplicar estoques para mais de 2 milhões até março do ano que vem.

A aprovação antecipada para tratamentos de Covid-19 será considerada se dados de desenvolvedores fornecerem evidência suficiente da eficácia e segurança do medicamento.

“Há caminhos para aprovação além de ensaios clínicos”, disse Abe.

Fonte: Asia Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!