’Dou minha palavra que em um mês a situação estará melhor’, diz Suga em pronunciamento

O primeiro-ministro Suga cede detalhes sobre a declaração do estado de emergência em Kanto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: NHK

“Declaro Estado de Emergência para Tóquio e 3 províncias de Kanto”, disse o primeiro-ministro Yoshihide Suga durante o comitê da prevenção do novo coronavírus.

Publicidade

Às 18h, o primeiro-ministro abriu uma coletiva para explicar mais detalhes sobre a declaração do estado de emergência.

Com o aumento dos casos em todo o país e, principalmente em Tóquio, Suga enfatizou que “estamos em uma situação crítica”.

“Decidi declarar estado de emergência para impedir o aumento da pandemia a qualquer custo”, disse logo no início da coletiva.

“Vamos tomar medidas baseadas na experiência que conquistamos lutando contra a doença neste último ano, começando pelo risco de contaminação dos restaurantes”, explica Suga. No comitê realizado antes da comitiva, Suga também enfatizou o expediente reduzido até as 20h e o pedido de abstenção de vendas de álcool depois das 19h.

Suga divulgou que concederá um auxílio aos estabelecimentos que atenderem ao pedido de expediente reduzido. “Muitos empresários estão enfrentando uma situação financeira delicada. Aumentamos o valor do auxílio e forneceremos ¥1,8 milhão por mês aos estabelecimentos que atenderem ao pedido de expediente reduzido”, disse.

Em seguida, Suga revelou que não pretende pedir a parada de escolas. “Há poucos casos de infecções dentro de escolas. Quero proteger a oportunidade de estudo às crianças, que são nosso futuro. Não pedirei o fechamento de escolas, universidades, creches e jardins de infância.”

Em relação à empregabilidade, Suga mostrou forte preocupação com a situação atual. “Desde o ano passado, mesmo em meio à pandemia, a taxa de desemprego do Japão chegou a 2,9%, o menor índice entre os países desenvolvidos. Proteger a empregabilidade é responsabilidade do governo. Vamos tomar medidas para manter os negócios e garantir empregos.”, disse.

“Estamos fornecendo um auxílio de até ¥5.000 por dia para as pessoas que ficaram desempregadas, incluindo paato e funcionários não regulares. O empréstimo de até ¥1,4 milhão para pessoas em necessidade está sendo amplamente utilizado e ¥500 bilhões já foram emprestados. Também há o empréstimo sem juros de até ¥40 milhões do Japan Finance Corporation. Quero facilitar os procedimentos para todos poderem utilizar.”, completa.

Em relação aos estabelecimentos que não atenderem ao pedido, Suga revelou que reformará a constituição em ato emergencial para revelar os nomes desses locais para a prevenção da pandemia. “Acredito que impor punições seja uma medida preventiva eficaz. Vou acelerar as discussões do conteúdo da emenda, e enviá-lo o mais rápido ao congresso”.

Suga também enfatizou a importância do home work. “É importante diminuir ao máximo o contato entre funcionários. Peço para diminuir os funcionários que forem trabalhar presencialmente em 70%.”

Suga explica que deseja iniciar as vacinações até o fim de fevereiro, assim que a segurança e eficácia das vacinas forem testadas. Em relação ao atendimento de enfermos, Suga disse: “Vamos acrescentar ¥4,5 milhões no auxílio já existente por leito construído, e prepararemos um apoio grande de ¥20 milhões por cada paciente em estado grave em tratamento.”

No final do pronunciamento, Suga pediu para todos os cidadãos das regiões de Kanto evitarem sair de casa depois das 20h. “Estamos pedindo para todos manterem o isolamento depois das 20h”, disse.

“Peço auxílio de todos para combater a pandemia. Tome atitudes sempre pensando em proteger a si mesmo e seus entes queridos. Dou minha palavra que daqui a um mês a situação estará melhor. Para isso, eu, o primeiro-ministro, darei o meu melhor para impedir a pandemia.”, encerra Suga.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Quinta-feira: recorde de mais de 7 mil novos casos

Publicado em 7 de janeiro de 2021, em Sociedade

As consequências do feriado de fim e começo de ano são extremamente preocupantes. O Japão registrou o pior número de testados positivo na quinta-feira.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem do CDC via Health Mil.

Até as 18h de quinta-feira (7) o Japão registrou o pior número desde então, com 7.301 pessoas testadas positivo para o novo coronavírus. Assim, o cumulativo aumentou para mais de 266 mil pessoas infectadas.

Publicidade

Das 47 províncias 16 tiveram os piores resultados. Foram 2.447 em Tóquio, 607 em Osaka, 450 em Chiba, 431 em Aichi, 388 em Fukuoka e 284 em Hyogo.

Ainda, 105 em Miyazaki, 90 em Ibaraki, 83 em Gunma, 79 em Nagano, 75 em Miyagi, 58 em Nagasaki, 53 em Shiga, 32 em Kagawa, 28 em Ehime e 21 em Wakayama. 

Nas demais províncias também os números de novos casos são elevados, como 160 em Hokkaido, 82 em Shizuoka, 91 em Gifu, 143 em Quioto, e 66 em Okayama e em Okinawa. 

Foram registrados 28 óbitos em 14 províncias, somando 3.846 mortes no período. 

Houve um aumento de 13 gravemente enfermos, com total de 784 na UTI, entre 52.412 pacientes.

O número de pessoas recuperadas aumentou para 210.359.

Na segunda-feira (4) foram realizados 36.767 testes PCR.

Veja a tabela com dados da soma cumulativa de pessoas infectadas, dos testados positivo do dia e total cumulativo de óbitos. As províncias marcadas em negrito são as que tiveram recorde de pessoas com resultado positivo na quinta-feira. 

Região Província Acum. Infectados N.º do dia Mortes
Norte/Nordeste Hokkaido 14.096 160 486
Aomori 545 8 8
Iwate 405 3 24
Miyagi 2.427 75 16
Akita 158 2 1
Yamagata 418 1 9
Fukushima 1.102 29 27
Kanto Ibaraki 2.820 90 39
Tochigi 2.104 130 7
Gunma 2.634 83 49
Saitama 16.217 282 229
Chiba 12.883 450 131
Tóquio 68.790 2.447 656
Kanagawa 24.772 679 304
Hokuriku Niigata 611 9 3
Toyama 656 21 26
Ishikawa 1.176 25 52
Fukui 380 4 12
Koshin Yamanashi 635 0 11
Nagano 1.433 79 18
Tokai Gifu 2.784 91 42
Shizuoka 3.024 82 46
Aichi 18.314 431 248
Mie 1.420 27 20
Kinki Shiga 1.424 53 14
Quioto 5.518 143 69
Osaka 32.619 607 629
Hyogo 11.202 284 254
Nara 2.169 26 26
Wakayama 717 21 8
Chugoku Tottori 156 3 0
Shimane 218 2 0
Okayama 1.648 66 15
Hiroshima 3.808 77 54
Yamaguchi 653 16 3
Shikoku Tokushima 216 0 9
Kagawa 369 32 3
Ehime 569 28 13
Kochi 712 12 10
Kyushu/Sul Fukuoka 10.345 388 123
Saga 524 5 3
Nagasaki 913 58 7
Kumamoto 2.172 53 28
Oita 791 19 6
Miyazaki 1.098 105 9
Kagoshima 1.150 20 14
Okinawa 5.674 66 84
Voos fretados 14 0 0
Func. do gov. e teste aeroporto 1.985 9 1
SUB TOTAL NO JAPÃO 266.468 7.301 3.846
Cruzeiro Costa Atlantica 149 0 0
TOTAL NO JAPÃO 266.617 7.301 3.846
Cruzeiro Diamond Princess 712 0 13
TOTAL DO JAPÃO 267.329 7.301 3.859

Os dados são das 18h15, portanto, podem mudar. 

Fontes: News Digest e NHK 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância