Covid-19: Pfizer concorda em fornecer ao Japão doses adicionais de vacina

O CEO da Pfizer concordou com o pedido do primeiro-ministro japonês para fornecer doses adicionais da vacina contra Covid-19.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

CEO da Pfizer concordou com pedido de Suga para o fornecimento de doses extras de vacina (banco de imagens)

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, concordou com o pedido do primeiro-ministro Yoshihide Suga para fornecer doses adicionais da vacina contra Covid-19, disse no domingo (18) Taro Kono, ministro responsável pelo programa de vacinação do Japão.

Publicidade

“Eles concordaram com os essenciais do assunto”, disse Kono durante uma entrevista ao vivo na Fuji TV, acrescentando que mais detalhes, incluindo o cronograma de envio, serão discutidos.

Kono não especificou o número exato de doses extras buscadas da Pfizer, mas disse que o Japão garantiria fornecimento suficiente até o fim de setembro para inocular todas as pessoas acima de 16 anos. A vacina da Pfizer/BioNTech é a única aprovada no Japão.

Suga fez o pedido durante uma conversa por telefone com Bourla no sábado (17), o último da visita de 3 dias do primeiro-ministro japonês a Washington.

O Japão vem registrando um aumento nos casos de coronavírus nas últimas semanas, o que os especialistas da saúde dizem ser uma quarta onda da pandemia de Covid-19.

Somente 0,9% da população do Japão havia recebido a primeira dose da vacina desde a sexta-feira (16), comparado com 2,5% na Coreia do Sul e 48% no Reino Unido.

Fonte: Nippon

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Renesas reinicia produção em fábrica atingida por incêndio

Publicado em 19 de abril de 2021, em Sociedade

As operações na planta foram retomadas às 9h de sábado, dois dias antes do que o originalmente estimado.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Instalações de fábrica de chips da Renesas em Ibaraki foram atingidas por incêndio em 19 de março (NHK)

A Renesas Electronics retomou a produção no sábado (17) em uma fábrica de chips que havia sido danificada em um incêndio, piorando uma escassez global de semicondutores usados em carros, smartphones e eletrodomésticos.

Publicidade

As operações na planta foram retomadas às 9h de sábado, dois dias antes do que o originalmente estimado, de acordo com uma porta-voz.

A fábrica na província de Ibaraki foi atingida por incêndio em 19 de março, causado por um pico de energia em uma de suas máquinas.

A Renesas, que comanda cerca de um terço da participação de mercado global para chips microcontroladores usados em carros, disse no mês passado que 23 máquinas foram danificadas e precisavam ser substituídas ou reparadas.

O presidente da Renesas, Hidetoshi Shibata, disse anteriormente que a produção na fábrica seria retomada dentro de um mês, mas uma recuperação aos níveis pré-incêndio levaria até 120 dias. Shibata deve realizar uma coletiva de imprensa na segunda-feira (19) para fazer atualizações das condições da planta.

Fonte: Asahi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância