Sagawa reduzirá 28 mil toneladas de CO2 com veículos elétricos

Uma das gigantes da logística apresentou o novo modelo kei, um VE desenvolvido a partir das opiniões dos motoristas entregadores.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Novo veículo desenvolvido pelo Sagawa (ANN)

A Sagawa Express anunciou na terça-feira (13) que vai trocar cerca de 7,2 mil veículos leves usados para entregas domésticas por um modelo de VE – veículo elétrico, até 2030.

Publicidade

Apresentou o protótipo desse VE, desenvolvido a partir da coleta de opiniões de 7,2 mil motoristas entregadores. Foi planejado, desenvolvido e gerenciado pela empresa ASF, de Tóquio, e fabricado pela chinesa SAIC-GM-Wuling Automobile.

O EV kei pode rodar cerca de 200 quilômetros com uma única carga elétrica.

Na parte traseira tem um amplo espaço para acomodar os pacotes e sob esse assoalho liso tem compartimentos para acomodar o carrinho de mão dobrável e os formulários. 

Compartimento espaçoso, com assoalho liso e gavetas funcionais (NHK)

Além disso, foram incluídos espaços para lenços umedecidos para higienização, toalha, recipiente de 1 litro de bebida, entre outros.  

O novo VE começará a rodar gradativamente a partir de setembro de 2022. Quando os cerca de 7 mil estiverem nas ruas a redução da emissão de dióxido de carbono (CO2) será de cerca de 28 mil toneladas ao ano, o que representa 10%, pois corresponde ao mesmo percentual do total da frota. 

Fontes: ANN e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Uso de vacina da J&J é pausado após casos de coágulos sanguíneos

Publicado em 14 de abril de 2021, em Notícias do Mundo

Seis casos foram detectados em mais de 6,8 milhões de doses da vacina, disse a FDA dos EUA.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Seis casos de formação de coágulos sanguíneos após vacinação foram detectados (banco de imagens)

Os EUA, África do Sul e União Europeia suspenderão temporariamente o uso da vacina contra coronavírus da Johnson & Johnson (J&J) após relatos de rara formação de coágulos sanguíneos.

Publicidade

Seis casos foram detectados em mais de 6,8 milhões de doses da vacina, disse a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA.

Isso segue casos similares após aplicação de doses da vacina da AstraZeneca, que levou a interrupções em seu uso.

A FDA disse que estava recomendando a pausa temporária “por precaução”. Ela confirmou que um paciente morreu por complicações relacionadas à formação de coágulos sanguíneos e um outro está em condição grave.

Todos os 6 casos foram em mulheres com idades entre 18 e 48 anos, com sintomas aparecendo de 6 a 13 dias após a vacinação.

A J&J é uma companhia de cuidados da saúde dos EUA, mas a vacina foi desenvolvida principalmente pela sua filial farmacêutica na Bélgica, e também é conhecida como Janssen.

Ao contrário das outras vacinas, ela é de dose única e pode ser armazenada em temperaturas normais de geladeira, facilitando a distribuição em locais de clima mais quente ou mais remotos.

Enquanto muitos países tenham feito pré-pedidos de milhões de doses, a vacina da J&J foi aprovada somente em poucas nações.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância