Escassez de chips força Panasonic a cortar produção de componente de painéis solares

Em breve, a Panasonic suspenderá a produção de um componente principal para células solares de telhado devido à falta de semicondutores.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Painéis solares sobre casa no Japão (ilustrativa/banco de imagens)

A Panasonic em breve suspenderá a produção de um componente principal para células solares de telhado devido ao apertado fornecimento global de semicondutores.

Publicidade

No fim de junho, a Panasonic enviou a companhias clientes um aviso falando que fornecimentos de condicionadores de energia usados em sistemas solares residenciais sofrerão atrasos.

A gigante dos eletrônicos deve suspender a produção de vários produtos com início neste mês.

Essas mudanças são decorrentes do incêndio que ocorreu em março em uma fábrica de chips da Renesas Electronics, que interrompeu o fornecimento de semicondutores para condicionadores de energia.

Embora a produção dos dispositivos deva retornar ao normal até janeiro, ela deve diminuir em 20 a 30 por cento.

Um condicionador de energia é um tipo de inversor que modula energia solar que pode ser usada em residências.

Fonte: Asia Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Covid-19: empresas japonesas trazem funcionários de volta da Indonésia

Publicado em 14 de julho de 2021, em Ásia

As companhias japonesas estão trazendo de volta seus funcionários por causa do surto de Covid-19 que se deve principalmente à propagação da variante Delta.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pessoas na fila de vacinação em Yogyakarta, na Indonésia (banco de imagens)

Empresas japonesas estão trazendo seus funcionários de volta da Indonésia onde infecções por coronavírus vêm colocando serviços médicos sob pressão.

Publicidade

O surto se deve principalmente à propagação da variante Delta que foi detectada pela primeira vez na Índia.

Novos casos diários no país atingiram um recorde de quase 48 mil na terça-feira (13), com 864 mortes reportadas.

A embaixada japonesa em Jacarta disse que nove japoneses morreram entre 26 de junho e 12 de julho após eles terem contraído o coronavírus. Alguns deles tinham idade na faixa dos 30 e 40 anos.

Uma empresa enviará um voo fretado nesta quarta-feira (14) para evacuar funcionários e seus familiares da Indonésia.

So Okutsu trabalha no escritório de Jacarta de uma empresa de logística japonesa. Ele disse que mais pessoas estão voltando para o Japão neste mês em resposta a instruções de seus escritório principais.

Contudo, ele disse que ficará, junto com muitos outros trabalhadores que são os únicos japoneses em seus escritórios.

A família de Okutsu se juntaria a ele no mês que vem, mas o plano foi cancelado.

Ele disse que sente falta da família, mas trazê-los para a Indonésia implica um grande risco, visto que os serviços médicos do país estão à beira do colapso.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância