Variante ômicron do coronavírus se torna dominante na África do Sul

A África do Sul foi o primeiro país a reportar sobre a nova variante altamente mutante.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Supermercado em Cape Town, África do Sul (banco de imagens)

A nova variante ômicron do coronavírus agora se tornou dominante na África do Sul e está conduzindo a um aumento acentuado em novas infecções, disseram autoridades da saúde.

Publicidade

Cerca de 11,5 mil novas infecções por Covid-19 foram registradas nos números diários mais recentes.

É um aumento acentuado sobre os 8,5 mil casos confirmados no dia anterior.

Em contraste, infecções diárias estavam variando entre 200 e 300 em meados de novembro, disse um importante cientista sul-africano à rede BBC.

A ômicron foi detectada em pelo menos 26 países, de acordo com a Organização Mundial da Saúde – OMS.

Aqueles que já foram infectados por outras variantes do coronavírus não parecem estar protegidos contra a ômicron, mas ainda acredita-se que vacinas protejam contra doença grave, de acordo com cientistas importantes do órgão de saúde global e do Instituto para Doenças Comunicáveis do Instituto Nacional da África do Sul (NICD).

O quadro inteiro na África do Sul não se tornará claro até “as pessoas ficarem tão doentes que precisarão ir ao hospital”, o que geralmente é de “3 a 4 semanas depois”, diz o professor Salim Abdool Kalim da Força-Tarefa para Coronavírus da África.

“Mas o feedback que estamos recebendo é que não há bandeiras vermelhas realmente– não estamos vendo algo dramaticamente diferente, o que estamos vendo é o que estamos acostumados a ver”, disse ele ao programa Newsday da BBC.

A África do Sul foi o primeiro país a reportar sobre a nova variante altamente mutante. O NICD diz que mais de 70% de todos os genomas do vírus que ela sequenciou no mês passado foram da nova cepa.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Alemanha anuncia lockdown nacional para os não vacinados

Publicado em 3 de dezembro de 2021, em Notícias do Mundo

Alemanha isola pessoas não vacinadas, enquanto líderes planejam tornar doses de reforço obrigatórias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placa pedindo uso de máscara e distanciamento social na cidade de Heidelberg, Alemanha (banco de imagens)

Na quinta-feira (2) a Alemanha anunciou um lockdown nacional para as pessoas não vacinadas, enquanto seus líderes apoiam planos para vacinações obrigatórias nos próximos meses.

Publicidade

Os não vacinados poderão ter acesso apenas a negócios essenciais, como supermercados e farmácias, para reduzir a propagação do coronavírus, anunciaram a chanceler de saída Angela Merkel e seu sucessor, Olaf Scholz, na quinta-feira (2). Os que se recuperaram recentemente da Covid-19 não estão cobertos pela proibição.

Merkel e Olaf também apoiaram propostas para vacinações obrigatórias, as quais se forem votadas pelo parlamento poderiam entrar em vigor a partir de fevereiro de 2022.

O anúncio ocorre quando a Alemanha luta contra um aumento nos casos que colocou a Europa de volta ao epicentro da pandemia, aumentando os temores sobre a recém-descoberta variante ômicron.

A coletiva de imprensa também foi a última de Merkel antes de deixar o gabinete, uma nota triste para encerrar 16 anos como chanceler da Alemanha.

Ela acrescentou que as pessoas vacinadas perderão seus status de vacinação 9 meses após receberem a última dose, aparentemente em um esforço para encorajar a aceitação do reforço.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância