Japonês é preso pelo assassinato da sogra

Ele fugiu após o crime, mas foi encontrado mais tarde em uma rua da mesma cidade.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O preso sendo levado para a delegacia (NNN)

Por volta do meio-dia de segunda-feira (17), 小谷朋子, 57, residente em uma casa situada em Taira-machi, cidade de Kasama (Ibaraki), foi ferida em vários lugares com uma faca e morreu no hospital para onde foi transportada.

Publicidade

A polícia estava à procura do criminoso, o qual foi visto fugindo do local. Nessa mesma noite, cerca de 6 horas e meia depois, 児玉大地, assalariado em Kashiwa (Chiba) japonês, 25, anos, foi encontrado na mesma cidade e preso como suspeito de assassinato. Ele é genro da vítima, casado com a filha mais velha. 

Segundo a investigação, no momento do crime estavam os 3 na casa, por isso, a filha da vítima presenciou tudo e a fuga do marido. 

O genro admitiu ter cometido o homicídio, mas a polícia não divulgou o motivo. Disse que está investigando as circunstâncias.

Fontes: JNN, NNN e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Covid-19: estudo mostra que 4ª dose de vacina é menos eficaz contra a ômicron

Publicado em 18 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

As descobertas, as quais o hospital em Israel disse serem as primeiras do tipo no mundo, foram preliminares e não publicadas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Frascos de vacina da Pfizer-BioNTech (banco de imagens)

Uma 4ª dose de vacina contra coronavírus aumenta os anticorpos para níveis ainda maiores do que a 3ª, mas não é o suficiente para prevenir infecções pela variante ômicron, de acordo com um estudo preliminar em Israel.

Publicidade

O Centro Médico Sheba de Israel administrou segundas doses de reforço em um ensaio clínico entre seus funcionários e está examinando o efeito do reforço da Pfizer em 154 pessoas após 2 semanas e da Moderna em 120 indivíduos após 1 semana, disse Gili Regev-Yochay, diretora da Unidade de Doenças Infecciosas.

Esses foram comparados a um grupo de controle que não recebeu a 4ª dose. Aqueles no grupo da Moderna já haviam recebido 3 doses da vacina da Pfizer, disse o hospital.

As descobertas, as quais o hospital disse serem as primeiras do tipo no mundo, foram preliminares e não publicadas.

Israel foi o país mais rápido em administrar vacinações iniciais contra covid-19 há 1 ano e no mês passado começou a oferecer uma quarta dose, ou segundo reforço, para a maioria dos grupos vulneráveis e de alto risco.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância