Novo recorde no Japão na quarta-feira: passa de 70 mil testados positivo

Pela primeira vez o Japão teve um número tão elevado como este, já que no dia anterior foi de 62 mil. Recorde também em 33 províncias.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)


É a primeira vez que o Japão confirma 71.630
novos casos de infecção pelo coronavírus. Foi recorde em 33 províncias: foram 14.086 em Tóquio, 9.813 em Osaka, 4.663 em Aichi, 4.303 em Hyogo, 3.890 em Saitama, 3.615 em Fukuoka, 2.216 em Quioto e 2.091 em Hokkaido.

Publicidade

Foram 1.461 em Shizuoka, 1.018 em Kumamoto, 876 em Okayama, 861 em Ibaraki, 776 em Nara, 703 em Shiga, 628 em Niigata, 599 em Mie e 594 em Tochigi.

Ainda, outras províncias como Kagoshima, Nagano (537), Miyazaki, Ishikawa (504), Miyagi, Saga, Yamaguchi, Yamanashi (375), Kagawa, Aomori, Wakayama, Fukushima, Fukui (182), Toyama (170), Tottori e Tokushima também tiveram os números mais elevados desta epidemia.

Cidades de Tokai com recorde: Nagoia e Hamamatsu

Na província de Mie as cidades com maior número foram: 96 em Yokkaichi, 94 em Tsu, 90 em Suzuka, 69 em Kuwana, 46 em Iga, 43 em Nabari, entre outras.

Aichi, que também teve recorde, teve elevado número em Nagoia, de 2.231, o maior da epidemia. Foram 128 em Toyota, 146 em Ichinomiya, 158 em Okazaki, 237 em Toyohashi, além de outras cidades.

A cidade de Hamamatsu (Shizuoka) teve recorde, de 319 testados positivo, seguida de Shizuoka com 319, 82 em Numazu, 71 em Yaezu, 65 em Fujieda e Iwata, além de outras.  

Outras informações

O dia teve 26 óbitos de pacientes com covid, somando 18.596 no total até esta data.

Houve um aumento de 65,4 mil pacientes para tratamento da covid, somando 477.208 pessoas

Em contrapartida, são 1.862.731 pessoas recuperadas. 

Veja a tabela com dados por província. As que tiveram o maior número desta epidemia estão em vermelho.

REGIÃO PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 2.091
Tohoku Aomori 362
Iwate 72
Miyagi 496
Akita 242
Yamagata 150
Fukushima 338
Kanto Ibaraki 861
Tochigi 594
Gunma 808
Saitama 3.890
Chiba 2.621
Tóquio 14.086
Kanagawa 4.794
Hokuriku Niigata 628
Toyama 170
Ishikawa 504
Fukui 182
Koshin Yamanashi 375
Nagano 537
Tokai Gifu 757
Shizuoka 1.461
Aichi 4.663
Mie 599
Kinki Shiga 703
Quioto 2.216
Osaka 9.813
Hyogo 4.303
Nara 776
Wakayama 347
Chugoku Tottori 158
Shimane 133
Okayama 876
Hiroshima 1.252
Yamaguchi 415
Shikoku Tokushima 109
Kagawa 370
Ehime 279
Kochi 119
Kyushu Fukuoka 3.615
Saga 426
Nagasaki 608
Kumamoto 1.018
Oita 346
Miyazaki 511
Kagoshima 584
Okinawa 1.256
Aeroportos 116
TOTAL GERAL 71.630
Fontes: News Digest, Nagoya TV, Iga Younet e Shizuoka Shimbun 

 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

FMI corta previsão de crescimento global para 2022

Publicado em 26 de janeiro de 2022, em Notícias do Mundo

O FMI cita um agravamento da previsão para os EUA e China em seu mais recente relatório.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Previsão de crescimento global neste ano caiu para 4,4% (ilustrativa/banco de imagens)

O Fundo Monetário Internacional – FMI cortou sua previsão de crescimento global neste ano para 4,4%, o que é 1,5 ponto percentual mais baixo do que o crescimento registrado em 2021.

Publicidade

O FMI cita um agravamento da previsão para os EUA e China em seu mais recente relatório divulgado na terça-feira (25).

A economia global cresceu 5,9% no ano passado, visto que milhões de pessoas foram vacinadas contra a covid-19 e retornaram ao trabalho.

Entretanto, o FMI agora diz que o crescimento de 5,6% visto nos EUA provavelmente caíra neste ano para 4%.

Ele cita inflação causada pelo caos nas redes de fornecimento, assim como incerteza de que o Congresso nos EUA aprovará um enorme projeto de gastos.

O FMI espera que o crescimento na China diminua de 8,1% para 4,8%, dizendo que o consumo pessoal levará mais tempo para se recuperar sob restrições rigorosas relacionadas ao coronavírus. Ele também cita redução de gastos no setor imobiliário.

A zona do euro marcou um crescimento de 5,2% no ano passado, mas o FMI prevê que essa porcentagem caia para 3,9% neste ano.

O Japão provavelmente verá sua taxa de crescimento aumentar para 3,3%, de acordo com do FMI, após subida de apenas 1,6% no ano passado.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância