Airbnb vai oferecer acomodação gratuita para até 100 mil refugiados da Ucrânia

A Airbnb disse que sua filial sem fins lucrativos ofereceria acomodação temporária de graça para até 100 mil refugiados da Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A empresa que opera um mercado online de hospedagem oferecerá acomodação gratuita para até 100 mil refugiados da Ucrânia (banco de imagens)

A empresa americana Airbnb, que opera um mercado online de hospedagem, disse na segunda-feira (28) que sua filial sem fins lucrativos Airbnb.org ofereceria acomodação temporária de graça para até 100 mil refugiados da Ucrânia.

Publicidade

O diretor executivo Brian Chesky e Joe Gebbia, presidente da Airbng.org, enviaram cartas aos líderes da Polônia, Romênia, Alemanha e Hungria oferecendo ajuda para abrigar os refugiados. Esses países fazem fronteira com a Ucrânia.

Pelo menos 300 mil refugiados ucranianos entraram na União Europeia – UE até agora após a Rússia ter invadido a Ucrânia e o bloco precisa se preparar para milhões mais, disseram altos funcionários da UE.

A Airbnb.org, que disponibiliza estadas temporárias para pessoas durante crises, trabalhará de perto com governos para ajudar a endereçar as necessidades em cada país, incluindo oferecer permanências de longo período.

Fonte: Channel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Agência internacional vai liberar 60 milhões de barris de petróleo

Publicado em 2 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Ministros compartilharam a opinião de que membros necessitarão trabalhar juntos para estabilizar o mercado de energia, em meio à invasão russa da Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Sessenta milhões de barris são equivalentes a cerca de 60% do consumo diário de petróleo do mundo (ilustrativa/banco de imagens)

Países membros da Agência Internacional de Energia (AIE) concordaram em liberar 60 milhões de barris de petróleo de suas reservas.

Publicidade

A AIE tomou a decisão em uma reunião extraordinária online de ministros na terça-feira (1º). Seus membros incluem Japão, EUA e países europeus.

Os ministros compartilharam a opinião de que estados membros necessitarão trabalhar juntos para estabilizar o mercado de energia, em meio à invasão russa da Ucrânia.

Sessenta milhões de barris são equivalentes a cerca de 60% do consumo diário de petróleo do mundo.

Os EUA vão liberar metade do volume. A alocação dos restantes 30 milhões de barris será decidida, baseada na situação dos outros membros.

A liberação conjunta da agência de energia de reservas de petróleo é a primeira ação do tipo em 11 anos. O combate entre a Líbia durante o então regime Muammar al-Gadaffi em 2011 e forças antigoverno interromperam as exportações de petróleo bruto.

A AIE representa um papel de liderança na liberação de estoques de petróleo exigidas por países membros quando o fornecimento do combustível fóssil fica apertado devido a crises ou desastres.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância