Japão considera permitir a entrada de 10 mil pessoas por dia no país

O governo vai relaxar as medidas de controle de fronteira, criticadas por serem muito rigorosas, em estágios.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Placa indicando chegadas e partidas no Aeroporto Internacional de Narita em Chiba (banco de imagens)

O Japão está considerando aumentar o limite diário de chegadas do exterior das atuais 7.000 para 10.000 com início em abril, relaxando ainda mais seus controles de fronteira relacionados à covid-19, disseram fontes do governo na terça-feira (15).

Publicidade

O primeiro- ministro Fumio Kishida disse que o governo vai relaxar as medidas de controle de fronteira, criticadas por serem muito rigorosas, em estágios, levando em consideração a situação da infecção no país e no exterior e ações de controle de fronteiras implementadas por outras nações.

A propagação da variante ômicron, aparentemente, vem desacelerando em muitas partes do país, e algumas áreas urbanas como Tóquio querem que as restrições de quase-emergência antivírus se encerrem como programado na próxima segunda-feira (21).

Efetivamente, o Japão proibiu a entrada de estrangeiros não residentes no fim de novembro de 2021 em resposta à emergência da variante altamente transmissível.

O governo flexibilizou gradualmente as regras desde março e o limite diário de pessoas que pode entrar no Japão, incluindo cidadãos japoneses que retornam do exterior, foi aumentado para 7 mil na segunda-feira (14).

A entrada de turistas estrangeiros ainda está barrada.

Fonte: Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mais dois jornalistas são mortos pelos russos na Ucrânia

Publicado em 16 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Todos trabalhavam para a Fox News e o carro com o qual se deslocavam foi atacado pelos russos. Um era veterano de cobertura de guerras.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em primeiro plano o jornalista e cinegrafista da Fox News, morto, como a colega ao lado (Fox News)

O carro que transportava o veteramo cinegrafista Pierre Zakrzewski, 55 anos, da Fox News, dos Estados Unidos, foi atacado pelos soldados russos, quando se deslocava junto com dois colegas, nos arredores de Kiev, Ucrânia, na segunda-feira (14). 

Publicidade

A empresa informou que o repórter Benjamin Hall foi levado ao hospital e salvo, mas Zakrzewski morreu no bombardeio, assim como a jornalista ucraniana Oleksandra Kuvshynova, chamada de Sasha, que fazia consultoria para eles.

O cinegrafista e também jornalista cobriu inúmeras guerras. “Pierre era um cinegrafista de guerra que cobriu notícias internacionais do Iraque ao Afeganistão e Síria. Sua paixão e talento como jornalista são incomparáveis”, declarou o CEO da Fox News.

Na Ucrânia, um jornalista americano foi morto a tiros no feroz campo de batalha de Irpin, Ucrânia, no domingo (13).

Fontes: ANN, NNN, WSJ e Fox News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância