Japão pedirá a empresas que não paguem pelo gás russo em rublos

A medida ocorre após a Rússia ter exigido que países ‘hostis’ façam pagamentos relacionados a recursos de energia em rublos.

Notas de rublos russos (banco de imagens)

Companhias japonesas serão solicitadas a recusarem a exigência da Rússia de que pagamentos, principalmente no setor de energia, sejam feitos em rublos, disse nesta terça-feira (29) o secretário-chefe do Gabinete Hirokazu Matsuno.

Publicidade

A Rússia exigiu na semana passada que países “hostis” pagassem em rublos, e não em euros, pelo seu gás, após os EUA e aliados europeus terem se juntado para aplicar uma série de sanções contra Moscou.

O Japão impôs uma série de medidas punitivas sobre a Rússia pela sua invasão da Ucrânia.

Tóquio também visou o banco central da Rússia, restringiu o acesso ao país no sistema de pagamento internacional Swift, revogou o status de negócios de nação mais favorecida da Rússia e proibiu exportações de equipamento de refinamento de petróleo.

Grandes marcas japonesas, incluindo a Toyota, Honda, Nintendo e Sony suspenderam exportações para a Rússia citando preocupações com a logística, redes de fornecimento e segurança.

O Japão, um dos aliados asiáticos mais próximos dos EUA, adotou uma linha mais dura contra Moscou do que outros países na região, a maioria dos quais se negou a atribuir culpa a um dos lados no conflito.

Além do Japão, apenas a Coreia do Sul, Singapura e Taiwan anunciaram sanções contra Moscou.

Fonte: Nippon

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

EUA planejam aliança de semicondutores com Taiwan, Coreia do Sul e Japão

Publicado em 29 de março de 2022, em Notícias do Mundo

A ação visa evitar que a China ganhe domínio sobre o setor estratégico de semicondutores.

Ilustrativa (banco de imagens)

Os EUA propuseram estabelecer uma aliança na indústria de semicondutores com Taiwan, Coreia do Sul e Japão em uma ação para evitar que a China ganhe domínio sobre o setor estratégico.

Publicidade

Entretanto, a Coreia do Sul não está totalmente a bordo da ideia proposta pelos EUA, divulgou a Taiwan News citando o site Business Korea.

“A cooperação com os EUA é a principal prioridade certamente, e mesmo assim o maior mercado (China) é também de fundamental importância”, divulgou a Taiwan News citando fontes da Business Korea.

O governo sul-coreano está relutante em comprometer as operações de fabricantes de chips sul-coreanas como a Samsung que têm uma infraestrutura núcleo de fabricação na China.

Enquanto isso, a China está travando uma guerra econômica para adquirir as indústrias de semicondutores de Taiwan, lar para um dos mercados de chips líder no mundo, atrás apenas dos EUA.

O governo taiwanês acusou a China de travar uma guerra econômica contra ele ao roubar tecnologia e induzir engenheiros qualificados, divulgou o HK Post.

Semicondutores são essenciais para inovação tecnológica e desenvolvimento econômico. Esses chips são onipresentes em todos os dispositivos eletrônicos incluindo smartphones e veículos elétricos.

Enquanto a China fabrique a maioria dos computadores e smartphones do mundo, ela importa quase todos os semicondutores necessários para operar esses dispositivos.

Fonte: Business Standard

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!