Síria prometeu 40 mil homens para o ataque russo na Ucrânia e já começaram a ‘trabalhar’

Os soldados e mercenários que se candidataram para lutar pela Rússia veem uma oportunidade para ganhar bem, cerca de 70 vezes mais, ou para fugir para algum país da UE.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Soldados e mercenários da Síria ganham alto salário para lutar pela Rússia (Ukrinform)

De acordo com a inteligência militar da Ucrânia, há planos para transferir armas, equipamentos militares e outros recursos da Síria para a Rússia e Bielorrússia em um futuro próximo para apoiar as tropas de ocupação russas. O presidente da Síria, Bashar al-Assad, prometeu fornecer à Rússia 40 mil combatentes para a guerra na Ucrânia.

Publicidade

Mercenários contratados começam a chegar

Em 15 de março, cerca de 150 mercenários foram transportados para a Rússia através da base militar de Khmeimim, situada na Síria, para participar de operações de combate contra a Ucrânia.

À medida que vão sendo recrutados, promete-se aos mercenários que desempenharão exclusivamente funções de policiamento para restabelecer a ordem nos territórios ocupados. 

No entanto, informes têm chegado a candidatos sírios recentemente sobre os planos da Rússia de envolvê-los diretamente em operações de combate. Isso reduziu significativamente o espírito de luta dos sírios, observou a agência de inteligência.

Além disso, mais de 30 combatentes que foram feridos em batalhas contra defensores ucranianos chegaram recentemente à base militar de Khmeimim voltando da Rússia. Isso teve um impacto negativo no moral e na condição psicológica de alguns sírios, levando alguns deles a questionar. 

Alto salário, 70 vezes mais, e seguro para os mercenários sírios 

Houve até casos em que combatentes sírios se machucaram para evitar o destacamento. Ao mesmo tempo, alguns dos mercenários veem seu deslocamento para a Rússia e a Bielorrússia como uma chance de posteriormente desertar e fugir para algum país da UE-União Europeia. 

De acordo com o Observatório de Direitos Humanos, o salário mensal dos soldados na Síria é de US $15 a 35 ou cerca de 1.800 a 4.100 ienes. 

Mas, a Rússia está oferecendo US $1.100 ou cerca de 130 mil ienes para combater na Ucrânia.

O seguro oferecido é de 7 mil dólares ou 910 mil ienes para quem se ferir e 16,5 mil dólares ou cerca de 1,95 milhão de ienes à família enlutada, se morrer durante a guerra.

Fonte: Ukrinform

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Especialistas explicam se o terremoto de Fukushima pode desencadear o Nankai Trough

Publicado em 18 de março de 2022, em Informações

Por causa da ocorrência do forte terremoto em Fukushima, houve um questionamento se poderia desencadear o temido Nankai Trough.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem da AMJ

O forte terremoto de Fukushima na noite de quarta-feira (16), o qual foi a causa de danos humanos e materiais, deixou uma pergunta na cabeça das pessoas. Será o desencadeante do temido Nankai Through?

Publicidade

O professor Takashi Yokota, do Instituto de Tecnologia de Aichi, ex-funcionário da AMJ-Agência de Meteorologia do Japão e desenvolvedor do sistema de alerta antecipado do terremoto, respondeu a essa pergunta para a reportagem da Nagoya TV.

Não creio que afete diretamente a Nankai Trough”, respondeu. “A localização é distante, e a escala é pequena, pois foi de 7,4. Nesse sentido, não acho que haverá impacto”, justificou.

O último grande terremoto foi em local distante da área da Calha Nankai (Nagoya TV)

O sismólogo e professor Koshun Yamaoka, da Universidade de Nagoia, também respondeu à reportagem da CBC TV. “Basicamente falando, é difícil pensar nisso. A distância é grande, e a magnitude não é grande o suficiente para afetar”, explicou.

“A Calha Nankai está acumulando energia constantemente para o megaterremoto. Precisamos estar preparados”, alertou.

Da mesma forma, o professor Yokota disse que “independente deste terremoto, não sabemos quando irá acontecer o temido. Gostaria de sugerir que fixe bem os móveis como prevenção ao forte abalo”. 

Fontes: CBC TV e Nagoya TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância