Ucrânia pede a países que tornem o símbolo ‘Z’ ilegal

Três estados alemães já disseram que qualquer pessoa usando o símbolo para promover a guerra poderia ser punida com até 3 anos de prisão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Camisetas com a letra Z em loja de souvenirs na Rússia (banco de imagens)

A Ucrânia pediu aos países que criminalizassem o uso do símbolo “Z” que mostra suporte à guerra.

Publicidade

Inicialmente usado para marcar tanques russos entrando na Ucrânia, a letra Z – a qual acredita-se que seja para “za pobedu” (para vitória) – foi adotada pelos russos para sinalizar aprovação da invasão.

Três estados alemães – Berlim, Baviera e Baixa Saxônia – já disseram que qualquer pessoa usando o símbolo para promover a guerra poderia ser punida com até 3 anos de prisão.

E o ministério do Interior da Alemanha alertou que aqueles exibindo o símbolo para “apoiar” a invasão poderiam “estar sujeitos a uma ação penal”.

O ministro de Relações Exteriores ucraniano, Dimitry Kuleba, pediu a outros países que seguissem o ato da Alemanha.

“O Z significa crimes de guerra russos, bombardeamento de nossas cidades, milhares de ucranianos assassinados”, tuitou Kuleba. “O suporte público dessa bárbarie deve ser proibido”.

A Lituânia está entre outros países que estão considerando uma proibição do símbolo. Se aprovada, os infratores poderão enfrentar uma multa de até 500 euros.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Regaleco de 3 metros na rede do pescador de Fukui

Publicado em 30 de março de 2022, em Sociedade

Um peixe das profundezas estava dentro da rede de um pescador em Fukui. Outro foi encontrado em Okinawa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Crianças tocam no regaleco de 3 metros (Fukui Shimbun)

Na terça-feira (29), um pescador de 51 anos, também dono de uma pousada, em Wakasa (Fukui), encontrou um regaleco ou ryugunotsukai em japonês, na sua rede de pesca

Publicidade

O regaleco é um peixe das profundezas do mar, de Hokkaido a Okinawa, chegando a viver a mil metros abaixo, e raramente vem à superfície.

O pescador disse que sua rede estava na costa de Sekumi e relatou que “se estivesse saudável devolveria, mas como estava muito fraco, o levei para casa”, por volta das 9h.

Regaleco ou peixe-remo encontrado em Fukui (Fukui Shimbun)

Ele o entregou para o Kaihin Nature Center da Província de Fukui, para que os visitantes pudessem vê-lo. O regaleco mede 3 metros de comprimento e 30cm de largura. Foi doado para o Aquário Echizen Matsushima, na cidade de Sakai, onde ficará em exposição até 3 de abril.

Esse foi o segundo peixe regaleco trazido por um pescador. Em março do ano passado uma pessoa doou um de 3,7 metros. 

Outro em Okinawa

Marido registra o regaleco encontrado na praia, com sua esposa aos fundos (Ryukyu Shimpo)

Na praia de Kaganji, em Kunigami (Okinawa), um casal de Uruma (Okinawa) encontrou um regaleco encalhado na areia, em 14 deste mês, o qual media 2,7 metros. 

Shinichiro Oka, diretor do Laboratório Animal do Centro de Pesquisa da Fundação Churashima, o qual confirmou se tratar do regaleco disse que “como ainda não investigamos detalhadamente, não sabemos como chegou à praia”. 

Caso queira saber se o aparecimento do regaleco tem a ver com a predição do terremoto toque aqui para ler a matéria.  

Fontes: Fukui Shimbun e Ryukyu Shimpo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência