Singapura diz que está passando por uma ‘emergência’ da dengue

O número de casos de dengue em Singapura já excedeu 11 mil, bem mais do que os 5.258 registrados na nação por todo o ano de 2021.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Alerta sobre dengue em Singapura (banco de imagens)

Singapura diz que está enfrentando uma “emergência” da dengue enquanto luta contra um surto da doença sazonal que chegou excepcionalmente cedo neste ano.

Publicidade

O número de casos de dengue na cidade estado no Sudeste Asiático já excedeu 11 mil, bem mais do que os 5.258 que ela registrou por todo o ano de 2021, e que foi antes de 1º de junho, quando o pico da temporada começa tradicionalmente.

Especialistas alertam que esse é um número desanimador não somente para Singapura cujo clima tropical é um local de reprodução natural para o mosquito Aedes que carrega o vírus, mas também para o resto do mundo.

Isso é porque mudanças no clima global significam que tais surtos provavelmente serão mais comuns e disseminados nos próximos anos.

A dengue causa sintomas similares aos da influenza como febre alta, dores de cabeça fortes e dores musculares. Em casos extremos, sangramento, dificuldades para respirar, falência dos órgãos e até morte podem ocorrer.

O surto em Singapura foi agravado pelo clima extremo recente, dizem especialistas, e seu problema poderia ser um prenúncio daquilo que está por vir em outros lugares, visto que mais países vivenciam períodos de clima quente prolongados e tempestades que ajudam a espalhar tantos os mosquitos como o vírus que eles carregam.

A doença agora é endêmica em mais de 100 países”, disse a Organização Mundial da Saúde em um relatório global sobre dengue em janeiro de 2022, citando que casos haviam aumentado “em 30 vezes nos últimos 50 anos”.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Jornalista inglês e indigenista brasileiro estão desaparecidos na Amazônia

Publicado em 7 de junho de 2022, em Brasil

O inglês Dom Phillips e o brasileiro Bruno Pereira desapareceram na Amazônia perto de Atalaia do Norte quando realizavam pesquisa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Os dois homens desapareceram na Amazônia após receberem ameaças (banco de imagens)

Um jornalista inglês e um indigenista brasileiro desapareceram em uma região remota da floresta amazônica após receberem ameaças, disseram autoridades e grupo de direitos humanos não indígenas na segunda-feira (6), temendo pela segurança de ambos.

Publicidade

O correspondente estrangeiro veterano Dom Phillips, de 57 anos, desapareceu enquanto pesquisava um livro no Vale do Javari com o respeitado indigenista Bruno Pereira, disse o The Guardian, onde Phillips vinha sendo um colaborador de longa data.

A dupla havia viajado de barco até o Lago do Jaburu, perto da fronteira do Brasil com o Peru, e era esperado que retornassem para a cidade de Atalaia do Norte por volta das 9h de domingo (5), disseram dois grupos de direitos humanos em uma declaração.

Os homens haviam “recebido ameaças em campo” na semana passada, disseram a União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (UNIJAVA) e o Observatório dos Direitos Humanos dos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato (OPI).

Eles não deram mais detalhes, mas Pereira, um indigenista na FUNAI com grande conhecimento da região, recebia ameaças regularmente de madeireiros e mineradores que tentavam invadir as terras de grupos indígenas isolados.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência