Jornalista inglês e indigenista brasileiro estão desaparecidos na Amazônia

O inglês Dom Phillips e o brasileiro Bruno Pereira desapareceram na Amazônia perto de Atalaia do Norte quando realizavam pesquisa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Os dois homens desapareceram na Amazônia após receberem ameaças (banco de imagens)

Um jornalista inglês e um indigenista brasileiro desapareceram em uma região remota da floresta amazônica após receberem ameaças, disseram autoridades e grupo de direitos humanos não indígenas na segunda-feira (6), temendo pela segurança de ambos.

Publicidade

O correspondente estrangeiro veterano Dom Phillips, de 57 anos, desapareceu enquanto pesquisava um livro no Vale do Javari com o respeitado indigenista Bruno Pereira, disse o The Guardian, onde Phillips vinha sendo um colaborador de longa data.

A dupla havia viajado de barco até o Lago do Jaburu, perto da fronteira do Brasil com o Peru, e era esperado que retornassem para a cidade de Atalaia do Norte por volta das 9h de domingo (5), disseram dois grupos de direitos humanos em uma declaração.

Os homens haviam “recebido ameaças em campo” na semana passada, disseram a União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (UNIJAVA) e o Observatório dos Direitos Humanos dos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato (OPI).

Eles não deram mais detalhes, mas Pereira, um indigenista na FUNAI com grande conhecimento da região, recebia ameaças regularmente de madeireiros e mineradores que tentavam invadir as terras de grupos indígenas isolados.

Fonte: Channel News Asia

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Criança de 2 anos atira e mata o pai acidentalmente nos EUA

Publicado em 7 de junho de 2022, em Notícias do Mundo

A arma estava dentro de uma bolsa que o pai havia deixado no chão e a criança pegou.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Um menino de 2 anos atirou e matou acidentalmente seu pai na Flórida, nos EUA, após uma arma carregada ter sido deixada sem vigilância, disseram autoridades na segunda-feira (6).

Publicidade

Quando os policiais, alertados por uma chamada ao 911, chegaram à casa da vítima perto de Orlando em 26 de maio, eles encontraram a mãe, Marie Ayala, fazendo massagem cardiorrespiratória em seu marido, Reggie Mabry.

Inicialmente, as autoridades acreditaram que o homem de 26 anos, o qual morreu no hospital, havia atirado em si mesmo, mas o mais velho dos 3 filhos do casal falou depois para os investigadores que o gatilho foi apertado pelo irmão de 2 anos, disse o xerife do Condado de Orange, John Mina, em uma coletiva de imprensa.

A arma estava dentro de uma bolsa que Mabry havia deixado no chão e a criança pegou e atirou acidentalmente contra as costas do pai enquanto ele estava jogando game no computador, disseram documentos do tribunal.

Os cinco membros da família, incluindo uma bebê de 5 meses, estavam no mesmo quarto no momento do incidente.

Ambos os pais estavam sob liberdade condicional na época por várias situações de negligência infantil e uso de drogas, disse o xerife.

“Agora essas crianças perderam efetivamente os pais. O pai está morto. A mãe está na cadeia e uma criança tem que viver sabendo que atirou no pai”, acrescentou o xerife.

O mais recente incidente ocorre enquanto debates sobre controle de armas enfurece o país, após vários tiroteios fatais em um supermercado, hospital e escola primária, dentre outros.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência