Terremoto no Afeganistão: pelo menos 920 mortos e 600 feridos, dizem autoridades

O epicentro do terremoto foi registrado a uma profundidade de 10Km, de acordo com a USGS.

O Afeganistão é propenso a terremotos, visto que ele fica em uma região tectonicamente ativa (USGS)

Atualização às 19h33 de quarta-feira (22) ⇓⇓⇓

Publicidade

Um forte terremoto matou pelo menos 920 pessoas e deixou centenas de outras feridas no Afeganistão, dizem autoridades do Talibã.

Imagens mostram deslizamentos e casas feitas de barro em ruínas na província de Paktika, no leste do país, onde equipes de resgate estão correndo contra o tempo para tratar os feridos.

Em áreas remotas, helicópteros estavam transportando as vítimas para os hospitais.

O líder do Talibã, Hibatullah Akhundzada, disse que centenas de casas foram destruídas e o número de mortos provavelmente vai aumentar.

O vice-ministro para gestão de desastres, Sharafuddin Muslim, disse em uma coletiva de imprensa que pelo menos 920 pessoas haviam morrido e outras 600 ficaram feridas.

O terremoto ocorreu a cerca de 44Km da cidade de Khost no sudeste do Afeganistão depois da 1h30 (hora local) de quarta-feira (22), quando muitas pessoas estavam em casa, dormindo.

Terremotos tendem a causar danos significativos no Afeganistão, onde há muitas áreas rurais com casas que são instáveis ou precariamente construídas.

Tremores também foram sentidos no Paquistão e na Índia.

O Afeganistão é propenso a terremotos, visto que ele fica em uma região tectonicamente ativa, sobre várias falhas geográficas incluindo as de Chaman, Hari Rud, Central Badakhshan e Darvaz.

Segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS), a magnitude do terremoto foi de 5,9 a uma profundidade de 10Km.

Em um tuíte nesta quarta-feira, a Organização Mundial da Saúde disse que suas equipes estavam em solo para resposta de emergência, incluindo para fornecer medicamentos, serviço de traumatologia e condução de avaliações necessárias.

Fonte: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Putin afirma que míssil balístico ‘Satan 2’ estará pronto até o fim do ano

Publicado em 22 de junho de 2022, em Notícias do Mundo

O Kremlin ameaçou acionar uma de suas armas nucleares mais perigosas antes de dezembro.

Putin falou sobre o recém-testado míssil balístico intercontinental Sarmat RS-28, apelidado de ‘Satan 2’ (banco de imagens)

Vladimir Putin falou na terça-feira (21) sobre o recém-testado míssil balístico intercontinental Sarmat RS-28 de Moscou, apelidado de Satan 2.

Publicidade

“Teste com o míssil balístico intercontinental pesado Sarmat foi realizado com sucesso”, disse o presidente russo em uma reunião com graduados militares.

“Está planejado que o primeiro complexo do tipo será colocado em tarefa de combate até o fim do ano”.

Ele continuou para descrever a arma mortal como uma “com as características táticas e técnicas de mais alto grau e é capaz de superar todos os meios modernos de defesa antimísseis”.

Ele também disse que o mundo não tem arma comparável, e não terá algo similar “por um longo tempo”.

O Satan 2 é um míssil de combustível líquido com um alcance incrível de 18 mil quilômetros, o que significa que ele pode atingir alvos em todo o mundo.

Ele também pode carregar mais de 10 ogivas nucleares.

Por mais terrível que seja a mensagem, essa certamente não é a primeira vez que o Ocidente foi ameaçado com guerra nuclear desde a invasão da Ucrânia pela Rússia em fevereiro.

Bem nesta semana, o tenente-general aposentado russo Evgeny Buzhinsky disse na TV estatal que o Reino Unido “deixará de existir” se a 3ª Guerra Mundial começar.

Fonte: Metro UK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!