Toyota voltará à produção normal a partir de julho

Com a finalidade de fazer as entregas dos veículos encomendados, a montadora informou que aumentará a produção em 13 unidades/dia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem meramente ilustrativa (Pixabay)

A Toyota Motor formulou um plano de produção de veículos para os próximos três meses, de junho a agosto, no Japão. 

Publicidade

Devido à contínua escassez de semicondutores e autopeças, além do lockdown em Xangai, na China, por causa da epidemia do novo coronavírus, a produção doméstica em junho será suprimida em comparação ao planejado inicialmente.

Em junho a Toyota havia planejado a suspensão da produção nos primeiros dias, mas teve que estendê-la por mais 5 dias úteis, em 16 plantas do Japão.

Por outro lado, em julho e agosto, a produção diária doméstica voltará ao nível normal, estabelecido na meta de produção, de 13 mil unidades diárias.

A montadora tem como objetivo estabilizar a produção, com esforços para eliminar o acúmulo dos pedidos nos seus pontos de venda. Quer entregar os carros o mais rápido possível para seus clientes.   

Fonte: Chubu Keizai

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Japão emitiu o menor número de vistos em 2021 devido à pandemia

Publicado em 1 de junho de 2022, em Sociedade

Do total de vistos concedidos em 2021, o Vietnã contou pela maioria.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

O Japão emitiu 90.306 vistos a cidadãos estrangeiros em 2021, marcando o menor número desde 1999, quando dados comparáveis começaram a ser disponibilizados, devido a restrições de viagem relacionadas à pandemia, disse na terça-feira (31) o Ministério da Justiça.

Publicidade

O número, queda de uma alta recorde de 8.28 milhões no ano pré-pandemia de 2019, superou a baixa recorde anterior de 1.12 milhão no ano de 2020 em 92%, disse o ministério, enquanto a propagação global do coronavírus levou o governo a intensificar as restrições de fronteira sobre chegadas do exterior.

Do total de vistos concedidos em 2021, o Vietnã contou pela maioria, a 15.434, ou 17%, seguido pela China com 12.768, ou 14%.

Os EUA, enquanto isso, contaram por 9,2 mil vistos emitidos, ou 10%. As Filipinas e a Coreia do Sul ficaram com 5.406 e 4.671, ou 6 e 5 por cento, respectivamente.

O Japão começou a relaxar de forma gradual suas restrições de fronteira para colocá-las em linha com as de outras nações do G7 após fechar efetivamente suas portas para estrangeiros não residentes a fim de prevenir um aumento nas infecções por covid-19.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência