Centenas de crianças entre as mais de mil pessoas mortas em inundações no Paquistão

Pelo menos 33 milhões de pessoas foram afetadas pelo desastre, disse a ministra para Mudança Climática, Sherry Rehman.

Vídeos chocantes mostram a força das águas destruindo casas (Twitter: @Joyce_Karam, @INTELPSF)

Chuvas severas e inundações mataram pelo menos 1.033 pessoas, incluindo 348 crianças, e deixaram mais de 1.527 feridos no Paquistão desde meados junho, disseram autoridades no domingo (28).

Publicidade

A Autoridade de Gestão de Desastre Nacional (NDMA) do país acrescentou que 119 pessoas haviam morrido e 71 ficaram feridas de sábado (27) para domingo.

Pelo menos 33 milhões de pessoas foram afetadas pelo desastre, disse a ministra para Mudança Climática, Sherry Rehman, na quinta-feira (25). Ela chamou as inundações de “sem precedentes” e “o pior desastre humanitário desta década”.

“O Paquistão está passando pelos seu 8º ciclo de monções enquanto normalmente o país tem apenas 3 ou 4 ciclos de chuva”, disse Rehman. “As porcentagens de superinundações são chocantes.

Ela apontou em particular o impacto no sul do país, acrescentando que ajuda humanitária “máxima” está em curso.

Desde meados de junho, quando as monções começaram, mais de 3 mil quilômetros de estradas, 130 pontes e 495 mil casas foram danificadas, de acordo com o relatório mais recente da NDMA.

Fonte: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Menino de 2 anos continua desaparecido há mais de uma semana

Publicado em 29 de agosto de 2022, em Sociedade

O menino Reon continua sendo procurado, com ampliação da área de busca e mais voluntários.

Voluntários procuram no terreno baldio (ANN)

Já se passaram 9 dias desde o desaparecimento do menino de 2 anos, 高嶋怜音 (Reon Takashima), da cidade de Takaoka (Toyama) e ainda não foi encontrado.

Publicidade

No domingo (28), 180 policiais e bombeiros, mais 214 moradores e voluntários locais, participaram da busca, ampliando a área estendida até o litoral, vistoriando os canais e rios, matagais e terrenos agrícolas abandonados.

Ele desapareceu de sua casa por volta das 18h40 de sábado, dia 20, quando chovia. 

“A polícia me disse para olhar atentamente os terrenos baldios e casas, então estou procurando nesses lugares”, disse um voluntário na casa dos 60. “Sou local, familiarizado com a área, por isso gostaria de encontrar pelo menos uma pista do Reon. Tenho um neto mais ou menos da mesma idade e meu coração está apertado”, disse ele.

É desesperador. Queremos encontrá-lo para devolvê-lo à sua família”, disse uma voluntária com lágrimas nos olhos.

A polícia continua a pedir informações, ouvindo os moradores e realizando buscas, mas até agora não encontrou pistas fortes que levem aos passos do menino e a busca tem sido difícil.

Qualquer informação sobre o menino Reon, vestido de pijama azul, pode ser fornecida através do telefone 0766-23-0110, da Delegacia de Polícia de Takaoka. 

Fontes: ANN e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros