Como o Japão vê a eleição de Lula

O ex-presidente Lula vence o segundo turno da eleição presidencial. Veja como a mídia do Japão vê sua vitória.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Lula é de novo o presidente do Brasil, eleito aos 77 anos (NHK)

No segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, onde a votação foi realizada no domingo (30), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou que o ex-presidente Lula foi eleito.

Publicidade

De acordo com o TSE, com 99,1% dos votos apurados, o atual presidente Bolsonaro obteve 49,10% e Lula foi o vencedor com 50,9% ou 60.345.421 votos.

Nesta eleição presidencial, os dois candidatos travaram uma campanha eleitoral acirrada, com questões como a reconstrução da economia afetada pela pandemia do coronavírus, medidas anticorrupção e proteção da floresta amazônica, entre outras, explicou a NHK.

Resultado do TSE (reprodução)

Lula apelou para a eliminação da disparidade econômica e ganhou votos, principalmente dos pobres, analisou a NHK.  

Na América do Sul, governos de esquerda como no Peru, Chile e Colômbia estão surgindo um após o outro, destaca a NHK. Seguindo esses países, volta um governo de esquerda no Brasil, que tem a maior escala populacional e econômica da América do Sul, e espera-se que as relações com os Estados Unidos e outros países mudem.

Quem é Lula na visão da mídia japonesa

Lula tem 77 anos, nasceu em uma aldeia agrícola pobre no estado de Pernambuco, no nordeste do Brasil. Participou do movimento sindical como mecânico e se destacou como líder sindical nas greves.

Em 1980, fundou o Partido dos Trabalhadores (PT), de esquerda, e, depois de servir como deputado, tornou-se presidente em 2003. Durante seus dois mandatos de oito anos, ele alcançou um alto crescimento econômico de 4% ao ano em média, tendo como pano de fundo o aumento dos preços dos abundantes recursos naturais no Brasil.

O aumento da arrecadação tributária foi usado para sustentar a vida dos pobres, e o percentual de pessoas de baixa renda, que representavam mais da metade da população na época, foi reduzido para a faixa de 30%. Segundo a NHK, ele é popular entre os pobres e que seu índice de popularidade ultrapassou 80% antes de terminar seu mandato.

Por outro lado, a NHK destaca que foi condenado em processos de corrupção, acusado de ter recebido propina dos empreiteiros enquanto estava no cargo de presidente. Ficou preso por 1 ano e 7 meses, a partir de abril de 2018. No entanto, depois que o Supremo Tribunal decidiu que as condenações de Lula eram sem efeito, ele concorreu à presidência desta vez. 

Sob o ponto de vista da JNN, Lula, o eleito presidente, “está sendo julgado por questões de corrupção na estatal de petróleo”.

O atual presidente expressou ceticismo sobre o sistema de votação da eleição, após pesquisas anteriores que diziam que haveria dificuldades. Ele e sua equipe podem não aceitar os resultados oficiais das eleições. Também há vozes prevendo o caos após a eleição, com alguns apoiadores de Jair Bolsonaro que podem agir com violência, apontou o jornal Nikkei.

Fontes: NHK, JNN e Nikkei  

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Aumento de preço dos macarrões japoneses

Publicado em 31 de outubro de 2022, em Economia

Duas das 5 maiores empresas de macarrões resfriados anunciam aumento no preço

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem: Shokuhin Shibum

A Shimadaya e a Meijo Shokuhin, duas das maiores empresas de macarrões resfriados, anunciaram que elevarão os preços dos “chilled men” (チルド麺), que incluem yakisoba, rámen e outros “noodles”.

Publicidade

A Shimadaya informa que o aumento será entre 6 a 30%, e a Meijo Shokuhin revela que o aumento girará em torno de 9 e 22%.

O aumento começará em fevereiro de 2023.

Segundo as empresas, além da elevação significativa nos preços da farinha nesta primavera, os recentes aumentos nos custos de matérias-primas, custos de materiais e custos de energia estão em um nível que não podem mais ser resolvidos apenas com os esforços das empresas.

As outras gigantes da indústria revelaram que estão fazendo simulações de custos para impedir o aumento nos preços, mas as expectativas não são positivas. Muitas informaram que uma elevação nos custos pode ser inevitável.

Fonte: Shokuhin Shimbum

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância