Casos de sífilis no Japão ultrapassam 10.000 pela primeira vez

Casos de sífilis no Japão ultrapassam a marca dos 10.000 em meio à pandemia.

Imagem: Sankei

O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas anunciou na terça-feira (1) que o número de pessoas infectadas com sífilis este ano chegou a 10.141. É a primeira vez desde 1999, quando o atual método de levantamento foi adotado, que o número anual ultrapassou a marca dos 10.000.

Publicidade

Especialistas comentam que um dos fatores da propagação da infecção podem ser relações sexuais com um número não especificado entre pessoas que se conheceram em sites de redes sociais (SNS) ou aplicativos de namoro.

Alguns especialistas estavam preocupados com a possibilidade de a doença ter sido espalhada por pessoas vindas do exterior, mas como os casos de sífilis aumentaram mesmo quando as medidas de distanciamento social foram reforçadas, é altamente provável que a cadeia de infecção esteja se espalhando por meio da atividade sexual no Japão.

O número de pessoas infectadas tem aumentado nos últimos 10 anos, embora tenha havido alguns anos de declínio. Em 2015 e 2016, o número era de cerca de 1.000, mas, no ano passado, atingiu um recorde de pouco menos de 8.000. Por província, há muitos casos concentrados em áreas metropolitanas, como Tóquio e Osaka

A sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum. A sífilis congênita também pode ocorrer em crianças nascidas de transmissão de mãe para filho durante a gravidez.

“Não é uma doença que afeta apenas algumas pessoas. Se você estiver ciente da possibilidade de infecção e notar qualquer anormalidade, como vermelhidão na área genital ou na boca, consulte uma instituição médica imediatamente.“, comenta Katsumi Shigemura, professor de urologia da Universidade de Kobe.

Fonte: Sankei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

‘Minha esposa matou minha filha’: polícia investiga caso de mulher encontrada morta dentro de casa

Publicado em 1 de novembro de 2022, em Comportamento

Polícia investiga caso de possível briga familiar que terminou com morte de filha e mãe ferida.

Imagem: ANN

Segundo a polícia, por volta das 8h30 de terça (1), um homem de 77 anos que morava em casa na cidade de Sakado (Saitama) ligou para o 110, dizendo que sua esposa havia matado sua filha.

Publicidade

Quando os policiais chegaram no local, encontraram a filha, de 42 anos, deitada no quarto, e sua morte foi confirmada no local.

A mãe, na faixa dos 70 anos, também foi encontrada inconsciente e transportada para o hospital, mas não corre risco de vida.

A polícia acredita que houve algum tipo de briga familiar. As autoridades estão ouvindo informações do pai e conhecidos, e aguardam a mãe se recuperar para saber mais detalhes sobre o caso.

A casa fica em zona residencial a 900 metros da Estação Ipponmatsu, da linha Tobu-Ogose.

Fonte: ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros