Japão comprará mais 1 milhão de doses de tratamento oral para covid-19

O Xocova é o primeiro medicamento oral desenvolvido no Japão para pacientes com sintomas leves da covid-19.

O Xocova é um agente antiviral que suprime a replicação do vírus (NHK)

A Shionogi & Co disse nesta terça-feira (13) que o governo japonês concordou em comprar um adicional de 1 milhão de doses de seu tratamento oral para covid-19.

Publicidade

Anteriormente, a Shionogi concordou em vender 1 milhão de doses do medicamento, um inibidor de protease conhecido como ensiltrelvir e comercialmente como Xocova, ao governo com aprovação pendente.

O acordo de fornecimento extra ocorre em um momento quando o Japão está lidando com uma 8ª onda de infecções por coronavírus.

Reguladoras concederam aprovação de emergência para o Xocova no mês passado. Elas haviam adiado anteriormente a aprovação dizendo que queriam mais dados sobre sua eficácia e em meio a preocupações de que o medicamento poderia representar um risco à gravidez, baseado em resultados de estudos com animais.

O Xocova é um agente antiviral oral tomado uma vez por dia durante 5 dias para suprimir a replicação do vírus.

Ele é o primeiro medicamento oral desenvolvido nacionalmente para pacientes com sintomas leves da covid-19. Outros tratamentos baseados em comprimidos desenvolvidos pela Pfizer e a Merck & Co já foram aprovados no Japão.

Fonte: Fexempire

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Brasileiro troca rugby por sumô

Publicado em 13 de dezembro de 2022, em Sociedade

Um brasileiro que obteve cidadania japonesa estreará no sumô, com grande expectativa.

Lutador de sumô brasileiro, o qual adquiriu cidadania japonesa (reprodução do Sanspo)

Na segunda-feira (12), 8 aprendizes de sumô realizaram a primeira etapa do exame para o Grande Torneio de Sumô, que começa em 8 de janeiro de 2023, no Ryogoku Kokugikan, em Tóquio. 

Publicidade

Todos foram aprovados em relação ao requisito físico, de pelo menos 1,67 metro de altura e pelo menos 67 quilos. Entre eles se destacou um brasileiro, Lucas Kazuo Iima, 23 anos, então jogador de rugby pela Universidade de Economia de Nagoia. 

Ele tem 1,84 metro de altura e 147 quilos de peso. Por meio de um conhecido foi convidado a entrar como discípulo do mestre (Oyakata) Ajigawa (ex-Aminishiki Ryuji), o qual foi um famoso lutador de sumô com uma carreira cheia de prêmios.

“Sempre me interessei por isso e achei que era uma chance”, disse Lucas, o qual vem se preparando desde alguns meses atrás.  

Seus pais são brasileiros e ele era do grupo de basquete no colegial em Gifu. Adquiriu a cidadania japonesa quando estava no terceiro ano da universidade. Como não tinha um grupo de sumô na universidade, criou o seu e começou a praticar no quarto ano. 

Participou individualmente do Torneio de Categoria de Peso Estudantil do Oeste do Japão em setembro e do Campeonato Nacional de Estudantes em novembro. Em ambos os casos, não conseguiu vencer por ter enfrentado um lutador forte, mas renovou o desafio de lutar sumô

“Sou iniciante, mas vou dar o meu melhor para fazer o que puder e continuar melhorando”, disse o brasileiro entusiasmado sobre seu novo desafio.

Embora tenha pouca experiência na luta de sumô, a partir de agora estará na mesma arena que um lutador profissional. É incomum um jovem de 23 anos dar um passo nesse mundo. Há um clima de expectativa em torno dele.

Fontes: Sponichi e Sanspo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros