Maior aquário cilíndrico do mundo explode em hotel na Alemanha

Houve especulação de que temperaturas congelantes na madrugada causaram uma rachadura no tanque de vidro, o qual então explodiu com o peso da água.

O Aquadom em Berlim, de 25 metros de altura (banco de imagens)

Um aquário de grandes proporções dentro de um hotel na Alemanha explodiu na sexta-feira (16), liberando um “tsunami” que causou “danos marinhos inacreditáveis” em uma grande atração turística.

Publicidade

O aquário de cerca de 25 metros de altura, localizado no saguão do hotel Radisson Blu na central de Berlim, na Alemanha, explodiu por volta das 5h50, matando todos os 1,5 mil peixes tropicais abrigados na estrutura.

A explosão no aquário AquaDom liberou 1 milhão de litros de água no lobby e cortou eletricidade no hotel. Duas pessoas ficaram feridas pelos estilhaços de vidro e receberam tratamento no hospital.

Houve especulação de que temperaturas congelantes na madrugada causaram uma rachadura no tanque de vidro, o qual então explodiu com o peso da água, mas a polícia ainda está investigando a causa.

O Aquadom foi descrito como o maior tanque cilíndrico no mundo.

“Infelizmente, nenhum dos 1,5 mil peixes puderam ser salvos”, disse a prefeita de Berlim, Franziska Giffey.

Giffey disse que o incidente havia liberado um “verdadeiro tsunami”, mas o horário de madrugada havia evitado que mais pessoas ficassem feridas.

“Apesar de toda a destruição, ainda tivemos muita sorte”, disse ela. “Teríamos tido terrível dano humano se o aquário explodisse mesmo uma hora depois, quando mais pessoas estariam acordadas no hotel e na área ao redor”, disse ela.

A explosão deixou o saguão do hotel repleto com 1 milhão de litros de água, parte da qual chegou ao lado de fora do complexo, levando a polícia a fechar uma rua nas proximidades.

Fonte: Daily Mail

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

O que acontece quando polícia flagra menores bebendo

Publicado em 19 de dezembro de 2022, em Dicas Especiais

O consumo de bebidas alcoólicas é regulado por lei. No Japão somente os maiores de 20 anos podem beber.

Imagem meramente ilustrativa de menores com bebida alcoólica (Flickr)

“O consumo de álcool por menores durante a fase de crescimento não só representa um grande risco físico e mental para o indivíduo, mas também tem um grande impacto na sociedade”, explica a NPA-Agência Nacional de Polícia do Japão

Publicidade

Para evitar que isso aconteça, além da educação na escola, devem ser dadas explicações em casa e na comunidade para que os menores – no Japão a idade permitida para começar beber é 20 anos – entendam por que não devem ingerir bebidas alcoólicas.

Recentemente, uma pessoa telefonou para o 110 informando que havia um grupo de jovens, menores, bebendo em um bar-karaokê, na província de Okinawa.

Os policiais foram até o local, por volta das 22h, onde encontraram 16 menores, dos quais 14 tinham bebido. Eles se justificaram dizendo que comemoravam a formatura. A polícia investigou em qual bar esses jovens menores tinham bebido anteriormente.

Todos foram levados para a delegacia onde ouviram um sermão a respeito disso, pela violação da lei.

Tanto os pais ou responsáveis pelos menores, como os estabelecimentos comerciais são penalizados no caso de servirem bebidas alcoólicas para eles.

Segundo a lei, tanto os pais e o estabelecimento comercial são multados. O valor pode chegar a 500 mil ienes.

Fontes: NTA e QAB

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros