Companhia aérea de Taiwan no Japão revela que também foi ameaçada de bomba

A Starlux Japan também recebeu ameaça de bomba na aeronave, como foi a da Jetstar.

Imagem ilustrativa de uma aeronave da Starlux Airlines (Wikimedia)

A filial da taiwanesa Starlux Airlines Japan anunciou na quarta-feira (11) que recebeu uma ameaça de bomba no dia 2 de janeiro, em relação à aeronave da companhia, do voo JX800, de Taipei – capital de Taiwan – para Narita. 

Publicidade

Após chegar ao Aeroporto de Narita, a aeronave foi verificada, mas nenhuma anormalidade foi encontrada. 

A ameaça foi feita através de telefonema para a Narita International Airport Company, que opera o Aeroporto de Narita, exigindo dinheiro.

A Polícia da Província de Chiba está investigando o caso como suspeita de obstrução das atividades da empresa

A LCC Jetstar Japan também foi ameaçada em 7 deste mês, cujo caso também está sob investigação, pois a aeronave que partiu de Narita para Fukuoka teve que fazer um pouso de emergência no Centrair, o Aeroporto Internacional de Chubu, em Aichi.

O que as duas ameaças têm em comum é que as ligações foram feitas da Alemanha, com a mesma ameaça, por um homem que falava em inglês. Mas no caso da Jetstar a ameaça foi explodir o avião no ar.

Em nenhum dos dois casos não foi encontrada nenhuma bomba ou outro item suspeito. 

Veja também:

Ameaça de explosão da aeronave da Jetstar: pouso de emergência no Centrair
Fontes: Mainichi e Asahi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Presa por passar maconha para traficante

Publicado em 12 de janeiro de 2023, em Sociedade

A mulher foi presa como fornecedora da maconha para um homem considerado líder de um grupo do tráfico de drogas, o qual já está preso.

Imagem ilustrativa da viatura da polícia (Wikimedia)

Na quarta-feira (11), como resultado de uma operação conjunta entre a Polícia da Província de Quioto e a Delegacia de Kameoka, foi realizada a prisão de uma mulher, 53 anos, residente em Higashi Sumiyoshi-ku, cidade de Osaka, cujo nome e nacionalidade não foram divulgados.

Publicidade

A desempregada é suspeita de violar a Lei de Controle de Cannabis.

Segundo a polícia, em 19 de janeiro de 2022, a mulher teria feito a entrega de um pacote de maconha, de 500 gramas, para um homem de 31 anos, considerado líder de uma organização do tráfico de drogas.

A transação comercial foi feita no estacionamento de uma instalação comercial em Hirano-ku, cidade de Osaka. Ela teria recebido 2,255 milhões de ienes pelo pacote de maconha.  

O homem em questão está em processo de julgamento pela violação da Lei de Controle de Drogas Estimulantes

A mulher negou a suspeita durante o interrogatório dizendo que “não me lembro de ter vendido maconha”.

Fonte: Kyoto Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Aprenda NIHONGO com o Kumon!