Presa por passar maconha para traficante

A mulher foi presa como fornecedora da maconha para um homem considerado líder de um grupo do tráfico de drogas, o qual já está preso.

Imagem ilustrativa da viatura da polícia (Wikimedia)

Na quarta-feira (11), como resultado de uma operação conjunta entre a Polícia da Província de Quioto e a Delegacia de Kameoka, foi realizada a prisão de uma mulher, 53 anos, residente em Higashi Sumiyoshi-ku, cidade de Osaka, cujo nome e nacionalidade não foram divulgados.

Publicidade

A desempregada é suspeita de violar a Lei de Controle de Cannabis.

Segundo a polícia, em 19 de janeiro de 2022, a mulher teria feito a entrega de um pacote de maconha, de 500 gramas, para um homem de 31 anos, considerado líder de uma organização do tráfico de drogas.

A transação comercial foi feita no estacionamento de uma instalação comercial em Hirano-ku, cidade de Osaka. Ela teria recebido 2,255 milhões de ienes pelo pacote de maconha.  

O homem em questão está em processo de julgamento pela violação da Lei de Controle de Drogas Estimulantes

A mulher negou a suspeita durante o interrogatório dizendo que “não me lembro de ter vendido maconha”.

Fonte: Kyoto Shimbun

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Centenas de milhares de peixes mortos em rio de Hamamatsu

Publicado em 12 de janeiro de 2023, em Sociedade

A maioria dos peixes é tainha, mas há outras variedades. Um morador disse que “dá má impressão”.

Rio forrado de peixes mortos (JNN)

A prefeitura de Hamamatsu (Shizuoka) foi comunicada de peixes mortos no Rio Rokken, na altura de Nishi-ku Yuto-cho, por volta das 6h de terça-feira (10), por um morador das imediações.

Publicidade

De acordo com as informações de quarta-feira (11) da Divisão de Conservação Ambiental da Prefeitura de Hamamatsu, o volume é incontável, mas estima-se em centenas de milhares de peixes mortos, ao longo de 1,3 quilômetros.

Foi realizado um teste simples para verificar a qualidade da água do rio, mas não foi encontrada nenhuma anormalidade. A maioria dos peixes é tainha (bora, em japonês).  

A prefeitura acredita que os peixes morreram por falta de oxigênio. Os cardumes entraram no rio na maré alta, mas quando essa baixou, a água doce deve ter ficado densa, com menos oxigênio.  

A causa está sendo analisada detalhadamente.

Milhares de tainha e outros peixes boiando no rio (SATV)

Fontes: SATV e JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância