Covid em Gunma: nível de alerta continua e adiamento do período para teste gratuito

O nível de alerta em Gunma foi prorrogado e o período para fazer o teste gratuito da covid também foi estendido.

Imagem ilustrativa de mulher com máscara (Pexels)

O governo da província de Gunma anunciou na quinta-feira (26) que o atual nível 2 de alerta, como uma das medidas contra a expansão da infecção pelo coronavírus, continuará além da data limite que estava estabelecida para terminar em 28 de janeiro. Foi prorrogado até 10 de fevereiro.

Publicidade

O conteúdo continua sendo o mesmo, como procurar continuar usando máscara ao sair, fazer os procedimentos de higienização, ao sair para as compras que o número de pessoas seja limitado, tomar cuidado ao viajar para fora da província, se for sair para jantar fora que seja com um grupo pequeno, entre outros. As escolas continuam funcionando normalmente.

Em relação ao prazo para realização de testes gratuitos do coronavírus, mesmo sendo assintomático, foi estendido para o final de fevereiro. Podem ser feitos através da rede de 230 drogarias espalhadas na província.

Importância da vacina a partir dos 6 meses

Além disso, a recomendação é de continuar com as doses de reforço e, quem ainda não tomou a vacina contra covid deve fazê-lo o quanto antes.

O governo disponibiliza vacinas para bebês e crianças a partir de 6 meses a 4 anos, crianças de 5 a 11 anos, adolescentes a partir de 12 anos, adultos e idosos. 

Caso saiba ler um texto em japonês toque aqui para abrir a página com todos os detalhes. Se não sabe ler, pode pedir ajuda a alguém.

Fontes: divulgação e Jomo Shimbun

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão confirma mais um caso de varíola dos macacos

Publicado em 26 de janeiro de 2023, em Sociedade

Na quinta-feira foi confirmado mais um paciente infectado com varíola dos macacos.

Vírus monkeypox causador da varíola dos macacos (Wikimedia)

O governo da província de Chiba anunciou na quinta-feira (26) a confirmação de mais um caso de varíola dos macacos no país.

Publicidade

Trata-se de um homem, na faixa dos 40 anos, cujo nome e outros dados pessoais não foram divulgados. É residente na província de Chiba, o qual não tem histórico de viagens ao exterior. 

Desde 14 deste mês apresentou quadro febril com temperatura acima dos 39ºC. Realizado o teste, o resultado saiu na quarta-feira (24). Ele apresenta sintomas típicos como febre e erupções cutâneas, além de outros. Está internado para tratamento em uma instituição médica fora de Chiba e os sintomas da varíola dos macacos já diminuíram.

Com essa confirmação da infecção pelo vírus monkeypox, sobe para 11 o total de pessoas infectadas no Japão. 

Fontes: News Digest e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros