Dois regalecos na rede dos pescadores em Toyama

Há uma lenda sobre o regaleco entre os pescadores. Para a sociedade em geral esse peixe prenuncia terremoto.

Dois regalecos dentro da rede dos pescadores (NTV)

Quando os pescadores recolheram uma das redes fixas para o barco, por volta das 4h de terça-feira (17), na costa da cidade de Himi (Toyama), viram peixes diferentes e grandes.

Publicidade

Pensaram que fossem o Trachipterus ishikawae, chamado de sakegashira em japonês (サケガシラ), mas estranharam porque esse costuma entrar nas redes na primavera.

Os regalecos se destacam pelo tamanho dentro da rede (NTV)

No entanto, na hora de retirá-los da rede viram que se tratavam de 2 regalecos ou peixes-remo. Segundo o pescador Shintaro Soba que gravou o vídeo, eles se moviam como uma onda e brilhavam na escuridão antes do amanhecer.

Segundo Soba, o barco pesqueiro partiu para pegar lulas voadoras japonesas. Ao puxarem uma das redes fixadas a 1 km de Unami, cidade de Himi, em um ponto que tem 27 metros de profundidade, viram os regalecos

Para eles foi uma surpresa pois foi a primeira vez. “Acho que tinham cerca de 3 a 4 metros de comprimento. Tirei fotos e gravei o vídeo só por curiosidade e depois descobri que eram regalecos”, relatou.

O regaleco é um peixe das profundezas do oceano. Seu habitat natural no mar geralmente é de 200 a mil metros de profundidade, por isso, é difícil encontrá-los na superfície.  

Como existe a lenda de que se o pescador encontrá-lo na rede terá uma boa pescaria, um deles puxou cada um dos regalecos com cuidado para não danificá-los e os devolveram ao mar.  

“Não sei o que está acontecendo no oceano atualmente. Espero que seja uma mudança no ambiente para melhor. Ao devolvê-los, desejamos que voltem para ‘casa’ saudáveis”, declarou Soba.

Há uma crença de que o regaleco na superfície pode prenunciar um terremoto.

Um dos pescadores devolve os regalecos para o mar (NTV)

Fonte: NTV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Microsoft cortará milhares de empregos em várias divisões

Publicado em 18 de janeiro de 2023, em Notícias do Mundo

Os cortes devem ocorrer nas divisões nas de recursos humanos e engenharia. A Microsoft tinha 221 mil funcionários a tempo integral desde junho de 2022.

Fachada de uma loja da Microsoft em Manhattan (banco de imagens)

A Microsoft Corp. planeja demitir milhares de funcionários com a expectativa de que alguns cargos sejam eliminados nas divisões de recursos humanos e engenharia, de acordo com reportagens da mídia na terça-feira (17).

Publicidade

As demissões planejadas seriam as mais recentes no setor de tecnologia dos EUA, onde empresas, incluindo a Amazon.com e a Meta Platforms, anunciaram redução de gastos em resposta à demanda desacelerada e piora da perspectiva econômica global.

A emissora britânica Sky News divulgou, citando fontes, que a Microsoft planeja demitir cerca de 5% de sua força de trabalho, ou aproximadamente 11 mil pessoas.

A companhia planeja eliminar empregos em várias divisões de engenharia nesta quarta-feira (18), divulgou o site Bloomberg, segundo uma pessoa com conhecimento do assunto, enquanto o Insider reportou que a Microsoft poderia eliminar pessoal em cerca de um terço.

Os cortes serão significantemente maiores do que em outras rodadas no ano passado, divulgou o Bloomberg.

A Microsoft se negou a comentar sobre as reportagens.

A companhia tinha 221 mil funcionários trabalhando em tempo integral, incluindo 122 mil nos EUA e 99 mil em outros lugares no mundo, desde 30 de junho de 2022, de acordo com registros.

Fonte: Yahoo News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância