Greta Thunberg é carregada pela polícia durante protesto na Alemanha

Thunberg foi detida na mina Garzweiler 2 perto da vila de Lützerath, mas liberada após uma verificação de identidade.

Greta Thunberg e outros ativistas foram levados pela polícia alemã durante protestos em uma mina de carvão (YouTube/Inside Edition)

A ativista ambiental Greta Thunberg foi detida junto com outros ativistas na terça-feira (17) durante protestos contra a demolição de uma vila destinada a abrir espaço para expansão de uma mina de carvão, mas foi liberada depois de uma checagem de identidade, de acordo com a polícia.

Publicidade

Thunberg foi detida enquanto estava protestando na mina de carvão a céu aberto Garzweiler 2, a cerca de 9Km da vila de Lützerath, após a polícia ter alertado que o grupo seria removido à força se não saísse da borda da mina.

A vila no estado de Renânia do Norte-Vestfália está sendo liberada para permitir a expansão da mina.

Ativistas dizem que a Alemanha não deveria minerar mais nenhum lignito, e ao invés disso focar na expansão de energia renovável.

“Greta Thunberg fazia parte de um grupo de ativistas que correu para a borda. Entretanto, ela foi  impedida e carregada por nós com esse grupo para fora da área imediata de perigo a fim de estabilizar sua identidade”, disse um porta-voz da polícia de Aachen à agência Reuters, acrescentando que um ativista havia pulado na mina.

A ativista sueca discursou para cerca de 6 mil manifestantes que marcharam em direção à Lützerath no sábado (14), chamando a expansão da mina de uma “traição de gerações presentes e futuras”.

“A Alemanha é uma das maiores poluidoras do mundo e precisa ser responsabilizada”, disse Thunberg.

Fonte: Channel News Asia

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Dois regalecos na rede dos pescadores em Toyama

Publicado em 18 de janeiro de 2023, em Sociedade

Há uma lenda sobre o regaleco entre os pescadores. Para a sociedade em geral esse peixe prenuncia terremoto.

Dois regalecos dentro da rede dos pescadores (NTV)

Quando os pescadores recolheram uma das redes fixas para o barco, por volta das 4h de terça-feira (17), na costa da cidade de Himi (Toyama), viram peixes diferentes e grandes.

Publicidade

Pensaram que fossem o Trachipterus ishikawae, chamado de sakegashira em japonês (サケガシラ), mas estranharam porque esse costuma entrar nas redes na primavera.

Os regalecos se destacam pelo tamanho dentro da rede (NTV)

No entanto, na hora de retirá-los da rede viram que se tratavam de 2 regalecos ou peixes-remo. Segundo o pescador Shintaro Soba que gravou o vídeo, eles se moviam como uma onda e brilhavam na escuridão antes do amanhecer.

Segundo Soba, o barco pesqueiro partiu para pegar lulas voadoras japonesas. Ao puxarem uma das redes fixadas a 1 km de Unami, cidade de Himi, em um ponto que tem 27 metros de profundidade, viram os regalecos

Para eles foi uma surpresa pois foi a primeira vez. “Acho que tinham cerca de 3 a 4 metros de comprimento. Tirei fotos e gravei o vídeo só por curiosidade e depois descobri que eram regalecos”, relatou.

O regaleco é um peixe das profundezas do oceano. Seu habitat natural no mar geralmente é de 200 a mil metros de profundidade, por isso, é difícil encontrá-los na superfície.  

Como existe a lenda de que se o pescador encontrá-lo na rede terá uma boa pescaria, um deles puxou cada um dos regalecos com cuidado para não danificá-los e os devolveram ao mar.  

“Não sei o que está acontecendo no oceano atualmente. Espero que seja uma mudança no ambiente para melhor. Ao devolvê-los, desejamos que voltem para ‘casa’ saudáveis”, declarou Soba.

Há uma crença de que o regaleco na superfície pode prenunciar um terremoto.

Um dos pescadores devolve os regalecos para o mar (NTV)

Fonte: NTV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros