Microsoft cortará milhares de empregos em várias divisões

Os cortes devem ocorrer nas divisões nas de recursos humanos e engenharia. A Microsoft tinha 221 mil funcionários a tempo integral desde junho de 2022.

Fachada de uma loja da Microsoft em Manhattan (banco de imagens)

A Microsoft Corp. planeja demitir milhares de funcionários com a expectativa de que alguns cargos sejam eliminados nas divisões de recursos humanos e engenharia, de acordo com reportagens da mídia na terça-feira (17).

Publicidade

As demissões planejadas seriam as mais recentes no setor de tecnologia dos EUA, onde empresas, incluindo a Amazon.com e a Meta Platforms, anunciaram redução de gastos em resposta à demanda desacelerada e piora da perspectiva econômica global.

A emissora britânica Sky News divulgou, citando fontes, que a Microsoft planeja demitir cerca de 5% de sua força de trabalho, ou aproximadamente 11 mil pessoas.

A companhia planeja eliminar empregos em várias divisões de engenharia nesta quarta-feira (18), divulgou o site Bloomberg, segundo uma pessoa com conhecimento do assunto, enquanto o Insider reportou que a Microsoft poderia eliminar pessoal em cerca de um terço.

Os cortes serão significantemente maiores do que em outras rodadas no ano passado, divulgou o Bloomberg.

A Microsoft se negou a comentar sobre as reportagens.

A companhia tinha 221 mil funcionários trabalhando em tempo integral, incluindo 122 mil nos EUA e 99 mil em outros lugares no mundo, desde 30 de junho de 2022, de acordo com registros.

Fonte: Yahoo News

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japão: homem é multado por dizer à mulher que ela parecia o coronavírus

Publicado em 18 de janeiro de 2023, em Sociedade

O homem da província de Nagasaki insultou publicamente a mulher a bordo de uma aeronave no Aeroporto de Fukuoka em fevereiro de 2021.

Coronavírus em 3D (ilustrativa/banco de imagens)

Um homem que insultou uma mulher ao dizer à ela, “Você tem a cara do coronavírus” foi multado pela Corte Sumária de Fukuoka na terça-feira (17).

Publicidade

De acordo com a decisão, o homem da cidade de Sasebo (Nagasaki) insultou publicamente a mulher a bordo de uma aeronave no Aeroporto de Fukuoka em fevereiro de 2021.

Quando ela alertou o homem que a máscara que ele usava não estava cobrindo sua boca, ele respondeu com a frase ofensiva.

O homem, que tem 68 anos e é dono de uma empresa, foi indiciado por difamação.

Na decisão, a corte considerou que o comentário realmente foi feito e impôs uma multa de ¥9 mil ao homem, como solicitado pelos promotores.

Fonte: Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros