Eisai solicita aprovação no Japão de medicamento contra Alzheimer

O medicamento é um anticorpo que mostrou remover depósitos pegajosos de uma proteína chamada beta-amiloide dos cérebros daqueles nos estágios iniciais da doença.

Ilustrativa (banco de imagens)

A farmacêutica japonesa Eisai disse nesta segunda-feira que havia solicitado uma autorização de comercialização no Japão para seu medicamento contra Alzheimer, o lecanemab, que recentemente teve aprovação acelerada nos EUA.

Publicidade

O medicamento, desenvolvido em parceria com a Biogen, é um anticorpo que mostrou remover depósitos pegajosos de uma proteína chamada beta-amiloide dos cérebros daqueles nos estágios iniciais da doença.

A solicitação da companhia é baseada nos resultados de um estudo de larga escala em que o medicamento mostrou reduzir a taxa de declínio cognitivo em pacientes com Alzheimer no estágio inicial em 27%, comparado com um placebo.

Quase todos os medicamentos experimentais que usaram a mesma abordagem falharam.

No início deste mês, a Eisai também solicitou aprovação completa do medicamento junto à Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos EUA como tratamento para pacientes nos estágios iniciais da doença neurodegenerativa.

Fonte: Asia Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Japonesa procurada no país é presa nas Filipinas

Publicado em 16 de janeiro de 2023, em Ásia

A polícia japonesa pediu cooperação para encontrá-la nas Filipinas e, na semana anterior, foi presa.

Japonesa presa nas Filipinas (JNN)

Na sexta-feira (13) os noticiários do Japão informaram sobre a prisão da japonesa Risa Yamada, 26 anos, encontrada na região metropolitana de Manila, capital das Filipinas.

Publicidade

Segundo as informações da polícia local, ela foi presa em 9 deste mês, procurada por furto de dados de cartões de créditos, disfarçada como funcionária do banco ou policial, junto com seus cúmplices. Houve um pedido de cooperação por parte da polícia japonesa para buscá-la nas Filipinas.

Estava na lista dos procurados no Japão, desde setembro do ano passado, cujo mandado de prisão foi emitido pelo tribunal de Tóquio. Mas, ela já tinha fugido.

A japonesa será extraditada para o Japão, onde será interrogada e responderá pelas fraudes. 

Foto completa da japonesa presa nas Filipinas (JNN)

Fontes: JNN e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros