Japão registra casos da doença MIS-C, associada a covid

Essa doença que pode ser letal, deve ser evitada. Para isso, a vacina é importante porque a MIS-C está associada a covid.

Criança recebendo vacinação contra a covid (Flickr)

A síndrome inflamatória multissistêmica (MIS, acrônimo de Multisystem inflammatory syndrome) é uma condição rara, mas grave, associada  a covid-19, na qual diferentes partes internas e externas do corpo ficam inflamadas, incluindo coração, pulmões, rins, cérebro, pele, olhos ou trato gastrointestinal. A MIS pode afetar crianças (MIS-C) e adultos (MIS-A).

Publicidade

O médico Daisuke Matsubara, do Hospital Universitário Médico Jichi,em Tochigi, diagnosticou o primeiro caso na província, em outubro de 2021, em uma criança que tinha os sintomas da MIS-C após a covid.

Até o verão daquele ano, o médico Matsubara estava tratando dos pacientes com MIS-C em um hospital americano. Naquela época, ficou surpreso ao saber que havia poucos casos de crianças diagnosticadas com MIS-C no Japão.

Um grupo de médicos especialistas, incluindo Matsubara, realizou uma pesquisa nacional no Japão pela primeira vez visando aproximadamente 2 mil instituições médicas. Como resultado, verificou-se que pelo menos 64 crianças em todo o país foram diagnosticadas com MIS-C.

Médico Matsubara de pé (NHK)

Não houve casos graves, mas muitos foram hospitalizados e tratados.

Essa doença pode levar a criança à morte, conforme casos já relatados na Europa e Estados Unidos. Até novembro de 2022 foram diagnosticadas mais de 9 mil crianças com essa síndrome nos EUA, das quais 74 foram a óbito.

Sinais e sintomas da MIS-C e MIS-A

Segundo a fonte, o Centro Nacional de Imunização e Doenças Respiratórias, via Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), os sintomas, tanto para crianças quanto para adultos são febre contínua mais mais de um dos seguintes: 

  • Dor de estômago
  • Olhos vermelhos
  • Diarréia
  • Tonturas ou vertigens (sinais de pressão arterial baixa)
  • Erupção cutânea
  • Vômito

Quando buscar atendimento emergencial

Se a pessoa estiver com os sinais abaixo deve procurar um hospital imediatamente, segundo o CDC:

Se alguém estiver apresentando algum destes sinais, procure atendimento médico de emergência imediatamente:

  • Problemas respiratórios
  • Dor ou pressão no peito que não desaparece
  • Confusão ou comportamento incomum
  • Dor abdominal intensa
  • Incapacidade de acordar ou ficar acordado
  • Pele pálida, cinza ou azulada, lábios ou unhas esbranquiçadas 

Esta lista não inclui todos os sintomas possíveis, por isso, se tiver suspeita de MIS-C deve consultar imediatamente.

Como se prevenir da MIS-C ou MIS-A

Segundo as explicações do CDC, “com base no que sabemos agora, a melhor maneira de prevenir o MIS-C ou o MIS-A é tomar medidas para se proteger contra a COVID-19, incluindo a vacinação contra o coronavírus para pessoas a partir dos 6 meses de idade.

No Japão, um grupo de médicos especialistas liderados pelo doutor Matsubara, que iniciou esforços para criar critérios diagnósticos fáceis de entender para saber se é MIS-C. Ainda mais, pelo aumento das crianças com covid, nesta 8.ª onda de infecção, por causa das subvariantes, todo cuidado é pouco. 

Fontes: CDC e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Choque térmico afeta smartphones nesse frio congelante

Publicado em 25 de janeiro de 2023, em Dicas Especiais

Veja o que fazer se o seu smartphone foi acometido do choque térmico e como evitá-lo.

Pessoa manuseando um smartphone (FNN)

Não é só o corpo humano que corre risco de choque térmico no inverno, especialmente quando ocorre uma onda de frio como esta, congelante.

Publicidade

Os smartphones podem sofrer avarias quando a temperatura cai bastante, portanto, é importante não carregá-lo exposto ao ar livre.

No inverno se deve evitar carregar o smartphone exposto ao ar livre (NHK)

Nas redes sociais há uma série de posts dizendo que “o smartphone condensou devido à diferença de temperatura” ou “quando acordei de manhã o smartophone tinha uma mensagem de erro”.  

Um fenômeno chamado condensação nada mais é que as gotículas de água que se formam no vidro da janela no inverno. Mudanças bruscas de temperatura fazem com que a umidade contida no ar adira à superfície do smartphone também.  

Nas oficinas de conserto de celulares em Shibuya-ku, Tóquio, há muitos pedidos de reparo devido à condensação no inverno. Em particular, se usá-lo exposto ao frio e decidir conectá-lo para carregar a bateria, junto ao beiral de uma janela, por exemplo, existe o risco da condensação, pela diferença de temperatura, do frio para o calor.

Se ocorrer condensação, as partes metálicas internas poderão corroer devido aos efeitos das impurezas da água, o que pode causar mau funcionamento e, no pior dos casos, os dados podem ser danificados.

É importante evitar mudanças bruscas de temperatura. Por isso, ao sair, a recomendação é guardar o smartphone no bolso ou na bolsa e jamais deixá-lo pendurado ou transportado exposto.

Smartphone e dessecante dentro de um Ziploc (FNN)

Se, porventura, o smartphone foi exposto à baixa temperatura, jamais aqueça-o usando um secador de cabelos.

A melhor coisa a fazer é desligar o smartphone e colocá-lo em um saco plástico do tipo Ziploc junto com um dessecante. Feche e deixe por 1 a 2 horas. Depois disso, pode ligar o smartphone normalmente.

Fontes: NHK e FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros