Fevereiro, mês de aumento de preços de mais de 5 mil itens

Depois dos aumentos em outubro, em fevereiro também será preciso desembolsar mais nas compras no supermercado com os produtos alimentícios mais caros.

Mulher no supermercado (PxHere)

A empresa Teikoku Databank resumiu os movimentos de aumento de preços de 195 empresas, incluindo 90 fabricantes não listados nesta pesquisa, além de 105 grandes fabricantes nacionais de alimentos e bebidas no final do mês passado.

Publicidade

Segundo ela, 5.463 itens de alimentos e bebidas são alvo este mês, incluindo um novo e também o substancial aumento de preços, que reduz o conteúdo sem alterar o valor.

Este é o segundo maior número depois dos 7.864 itens de outubro passado, e poderá ter um novo rush de aumento, já que muitas empresas ainda não repassaram os custos dos preços das matérias-primas mais caras.

Além disso, o total de alimentos e bebidas que já tiveram ou estão programados para alta de preços este ano chega a 12.054 itens. O ritmo de aumento de preços está acelerando em relação ao ano passado.

É preciso desembolsar mais nos supermercados

A taxa média de aumento de preços para este ano é de 16%, e os principais motivos para isso são os elevados custos das matérias-primas e da energia.

A classificação dos produtos mais caros é:

  • 6.657 itens ou 55% são de alimentos processados
  • 2.236 itens são de temperos
  • 1.810 são bebidas, incluindo as alcoólicas
  • 944 itens de confeitaria e doces

As empresas com aumentos de preços em fevereiro, na faixa de 2 a 20% são: Nichirei, Nissui, Maruha Nichiro, Ajinomoto, Table Mark, Nisshin Seifun Welna, Kagome, Bull-dog Sauce, Ikari Sauce, Nagatanien, Otsuka Pharmaceutical, Asahi Beverages, Pokka Sapporo Food & Beverage, House, Yukijirushi, Mercian e outras menores.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Centrair terá aumento de voos para Havaí

Publicado em 1 de fevereiro de 2023, em Tome Nota

O anúncio da JAL sobre o aumento de voos para o Havaí a partir do Centrair chega em boa hora para programar as férias de verão.

Icônica praia de Waikiki, no Havaí (Flickr)

A Japan Airlines (JAL) anunciou na terça-feira (31) o aumento de voos para o Honolulu, Havaí, partindo do Centrair – Aeroporto Internacional de Chubu.

Publicidade

Tanto a ANA quanto a JAL oferecem mais voos para o Havaí, partindo de Narita, por isso, parte dos passageiros da região Tokai precisavam se deslocar até Tóquio. 

Mas, a partir de 14 de julho poderão desfrutar de mais opções desse destino tão procurado quando se trata de viagem internacional. 

De acordo com a JAL, a retomada da operação da rota Centrair a Honolulu foi em agosto do ano passado, com apenas 1 voo semanal, e a partir de julho serão 3 semanais, às quartas, sextas e sábados.

Do Havaí os voos serão todas as terças, quintas e sextas. Assim, o público que gosta de passar as férias de verão no paraíso tropical agora tem mais opções na sua programação.

Vale lembrar que os brasileiros que desejam visitar o Havaí necessitam do visto, pois é um estado americano.

Fonte: CBC TV

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!