Gobo, um dos vegetais favoritos no Japão

Essa raiz oferece muitos nutrientes e é apreciada pelo seu sabor, assim como pelas suas propriedades saudáveis. Saiba mais.

Gobo, raiz de bardana ou burdock root (banco de imagens PM)

Um dos vegetais mais comumente usados no Japão é a raiz de bardana, ou gobo.

Publicidade

Essa raiz oferece muitos nutrientes e é apreciada pelo seu sabor, assim como pelas suas propriedades saudáveis, representando um papel importante na culinária japonesa.

O gobo pode ser encontrado em várias partes do mundo, mas é cultivado principalmente no Japão. A raiz serve tanto como componente culinário como erva medicinal.

No Japão, vários pratos usam gobo. O sabor levemente doce e terroso da bardana complementa outros vegetais, como nabo, cenoura, e cogumelos. As raízes mais novas têm um sabor mais leve e são uma excelente adição a saladas.

Nutrientes

A raiz de baixa caloria e de baixo nível de sódio contém uma ampla variedade de vitaminas e minerais essenciais, incluindo as vitaminas C e E, riboflavina, niacina, ácido fólico, ferro, cálcio, zinco e outros. Ela também é uma boa fonte de polissacarídeos não feculentos, os quais ajudam a melhorar a digestão e reduzir os níveis de colesterol e de açúcar no sangue.

Os benefícios para a saúde

Como mencionado acima, o gobo tem servido como erva medicinal, destacado em muitos remédios tradicionais populares no Japão e em muitos no mundo. As vitaminas e minerais na bardana significam que o vegetal contém abundância de antioxidantes. Eles ajudam a melhorar o sistema imunológico e reduzir o risco de várias doenças.

Ele também tem muita fibra e potássio, ajudando a regular a frequência cardíaca e pressão sanguínea. Como remédio herbal, o gobo pode remover toxinas do sangue, melhorar a função do fígado, e aliviar sintomas de doenças na garganta e no peito. O gobo também pode ajudar a curar uma ressaca.

Como preparar o gobo para uso culinário

A raiz de bardana natural pode durar por vários meses quando mantida em um local frio. Para prepará-la para uso, você precisa remover a pele.

Isso é feito ao molhar com água corrente o comprimento da raiz que você tem a intenção de usar e então raspar a superfície com uma faca. Caso queira remover a pele mais rápido, esfregue o gobo em papel de alumínio.

Gobo cortado em lâminas (banco de imagens PM)

Corte ou fatie o gobo e o coloque rapidamente dentro de um recipiente com água, caso contrário ele vai oxidar rapidamente e ficar acinzentado. Umas gotas de limão na água também ajudam a mantê-lo fresco por um tempo.

O gobo pode ser usado em uma variedade de pratos, incluindo saladas, sopas, ensopados e refogados. Amacie o gobo ao fervê-lo por alguns minutos.

Então, acrescente-o a receitas que não exigem cozimento, como saladas. Você também pode simplesmente refogá-lo  no sal e manteiga.

Uma outra receita favorita é o kinpira gobo, em que a raiz é refogada no saquê, mirin e molho de soja, além de outros ingredientes.

Delicioso kinpira gobo (banco de imagens PM)

Partes do gobo que foram cortadas e não utilizadas devem ser mantidas enroladas em um papel absorvente úmido, seladas em um saquinho plástico e mantidas na geladeira. Use-as a o mais rápido possível para evitar que estraguem.

Fonte: Umami Insider

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Conheça o Parque Histórico Yoshinogari

Publicado em 4 de março de 2023, em Turismo em Saga

O Yoshinogari na província de Saga é o maior e mais importante local do período Yayoi no Japão, e o melhor lugar para aprender sobre essa era da história japonesa.

Impressionantes vilas reconstruídas (banco de imagens)

O Parque Histórico Yoshinogari é um local arqueológico notável na província de Saga.

Publicidade

O parque extenso cobre um amplo assentamento do período Yayoi (300 a.C a 300 d.C) onde dezenas de pit-dwellings (construções parcialmente cavadas no chão e cobertas por um telhado) e mais de 2000 túmulos foram descobertos.

Esse é o maior e mais importante local do período Yayoi no Japão, e o melhor lugar para aprender sobre essa era da história japonesa.

Acredita-se que os assentamentos descobertos em Yoshinogari têm algumas das maiores vilas rodeadas por fossos de sua época e especula-se que elas tenham sido a sede de uma das formas mais antigas de governo estatal encontradas no Japão.

Hoje em dia o local antigo é preservado com impressionantes vilas reconstruídas para os visitantes poderem explorar e aprender sobre a vida e cultura Yayoi.

As reconstruções incluem dezenas de pit-dwellings, torres de vigia, santuários e outras estruturas, muitas das quais os visitantes podem entrar. Algumas contêm ferramentas e instrumentos, enquanto manequins reencenam trabalhos e cerimônias em outras.

Área da Minami Naikaku (banco de imagens PM)

Das vilas reconstruídas, a Minami Naikaku, no centro do parque, é uma das mais importantes.

Cercada por muralhas e fossos de defesa, essa é de onde acredita-se que os reis do período Yayoi governavam.

Em suas proximidades fica uma casa onde são mostradas ferramentas e vestimentas do povo Yayoi, assim como artefatos e exibições explicando suas técnicas de agricultura. Uma outra seção exibe vasos usados em cerimônias de sepultamento descobertos em torno do local. As exibições incluem descrições detalhadas em inglês.

A uma curta caminhada desse local está uma outra vila importante chamada Kita Naikaku, que tem um grande santuário e casas usadas para cerimônias antigas.

Maisa ao norte está um outro museu que tem foco na floresta antiga que cobria a área há dois milênios. Um centro perto do portão leste permite aos visitantes participarem de atividades manuais (custam entre 100 a 250 ienes) como fazer esculturas em pedras.

A imensidão do local arqueológico (banco de imagens PM)

Além de seus locais históricos, o grande parque inclui outras áreas recreacionais como um campo aberto extenso onde as pessoas podem fazer piquenique e praticar esportes, há playgrounds e campos agrícolas onde flores são cultivadas. No portão leste há um restaurante e loja de lembrancinhas.

O parque fica a uma caminhada de 10 a 15 minutos da estação de Kanzaki. Toque aqui para ver o mapa.

Yoshinogari Historical Park (吉野ヶ里歴史公園 Yoshinogari Rekishi Koen)

  • Funciona das 9h às 17h (até as 18h de junho a agosto)
  • Fecha em 31 de dezembro e na 3ª segunda-feira de janeiro e o dia seguinte
  • Entrada: 360 ienes
  • Há estacionamento no local
  • Site para informações: http://www.yoshinogari.jp/en/
  • Toque aqui para abrir o mapa e ver a localização

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Empregos no Japão - HUMAN