Autoridades no Japão pedem por controle de multidões no Monte Fuji

Multidões poderão ser maiores do que o de costume devido ao relaxamento das restrições da covid-19 e o 10º aniversário da designação do pico como Local de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Multidão desfrutando do nascer do sol no Monte Fuji (banco de imagens)

Um aumento na demanda por cabines de descanso no Monte Fuji levou autoridades no Japão a pedirem por medidas de controle de multidões incluindo potenciais restrições de entrada durante a temporada de escalada deste ano.

Publicidade

Autoridades locais e associações de turismo que ficam próximas ao famoso vulcão alertaram que um número “sem precedentes” de pessoas deve subir o Fuji-san neste ano.

Elas levantaram preocupações em relação à segurança em uma petição apresentada na segunda-feira (11) ao governador de Yamanashi, onde está localizada a rota de escalada mais popular da montanha.

Multidões poderão ser maiores do que o de costume devido ao relaxamento das restrições da covid-19, incluindo o retorno de turistas estrangeiros e o 10º aniversário da designação do pico como Local de Patrimônio Mundial da UNESCO.

“Julgando a partir do atual status das reservas perto de cabines, estimamos que haverá um número sem precedentes de alpinistas no Monte Fuji neste verão”, disse a petição.

A montanha mais alta do Japão fica coberta de neve em grande parte do ano e abre para os alpinistas de julho a setembro, atraindo centenas de milhares de pessoas que geralmente escalam o monte durante a madrugada para ver o nascer do sol.

Aqueles que não conseguem reservar uma cabine na montanha podem escalá-la direto até o pico sem parar para descansar, o que “poderia aumentar o risco de doença de altitude e hipotermia”, alertou o grupo de autoridades.

Se os números excederem um certo limite, restrições de entrada deveriam ser consideradas “mesmo por um curto período de tempo”, disseram autoridades.

Trilhas movimentadas também aumentam o risco de queda de rochas, disse à AFP na terça-feira (13) uma funcionária da cidade de Fujiyoshida, um dos seis municípios por trás da petição.

“Estamos todos preocupados que a temporada de escalada do Monte Fuji deste ano criará uma situação terrível”, disse a funcionária, que se negou a ser identificada.

Fonte: Japan Today

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Explosão mata um trabalhador na fábrica e fere dois

Publicado em 14 de junho de 2023, em Acidentes

O funcionário foi levado para o hospital com parada cardiorrespiratória e não resistiu. Outros dois colegas foram feridos mas não é grave.

Fábrica (aos fundos), onde ocorreu a explosão que feriu 3 funcionários (Niigata Nippo)

Por volta das 9h30 de quarta-feira (14), o corpo de bombeiros recebeu uma chamada de pedido de socorro porque havia funcionários feridos em uma explosão na fábrica de produtos químicos, situada em Itoigawa (Niigata).

Publicidade

As ambulâncias e a polícia foram para a planta Tomi da Denka, onde socorreram 3 trabalhadores feridos, um deles com parada cardiorrespiratória.

Três horas depois a polícia informou que esse trabalhador faleceu no hospital, enquanto seus dois colegas, na faixa dos 30 e 40 anos, tiveram ferimentos considerados leves. A vítima fatal foi identificada como japonês 渡辺仙二, 56 anos.

Segundo o corpo de bombeiros, dois desses funcionários cortavam um cano da fábrica, o qual explodiu, ferindo também um outro que estava próximo. Não houve incêndio decorrente dessa explosão na Denka.

A polícia e o corpo de bombeiros estão investigando a causa da explosão e as circunstâncias do acidente, já que outros funcionários também estavam cortando canos.

Em abril, os bombeiros fizeram inspeções na planta Omi da Denka porque ocorreram dois incêndios seguidos, um em uma parte de seu equipamento e outro em uma drenagem. 

Placa da planta Tomi da Denka (JNN)

Fontes: FNN, JNN e Niigata Nippo

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!