Alertas de tsunami por causa de um terremoto no mar

A AMJ vem emitido alertas de previsão de ocorrência de tsunami desde às 7h11 de segunda-feira.

O X em vermelho é o epicentro do terremoto e as áreas em amarelo são de alerta de tsunami de até 1 metro e em azul, previsão de até 20cm (AMJ)

Desde as 6h40 de segunda-feira (9) a Agência de Meteorologia do Japão (AMJ) vem emitindo informações ou aviso de cuidado com o tsunami, para a população que vive desde a região Kanto a Kyushu e Okinawa.

Publicidade

A previsão é de ocorrência de tsunami, no máximo de 1 metro de altura, especialmente nas Ilhas Izu e Ogasawara, costas de Chiba e Kochi. 

Já foram constatados tsunamis de 20 a 60 centímetros, desde as 7h11.

A AMJ pede às pessoas para jamais se aproximarem da costa, pois um tsunami de um metro de altura pode arrastar uma pessoa e matá-la.

As costas assinaladas em amarelo são de cuidado com o tsunami. Já em azul são de previsão, cujos tsunamis poderão ser de até 20 centímetros ou de alteração no mar.

Os alertas são preventivos, para os locais em amarelo, com previsão da chegada do tsunami de até um metro. A AMJ pede para se afastar da costa do mar e da margem dos rios.

Segundo a AMJ ocorreu um terremoto, ainda de magnitude não definida (até as 8h), nas proximidades de Torishima, às 5h25. 

~Atualização~ A AMJ ampliou as áreas em aviso de tsunami (em amarelo), pouco depois das 8h.

Fontes: AMJ e JNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mais de 2 mil mortes no Afeganistão causadas pelos terremotos fortes

Publicado em 9 de outubro de 2023, em Notícias do Mundo

Um dos terremotos mais mortíferos das últimas décadas no Afeganistão tirou a vida de mais de 2 mil pessoas e mais de 9 mil ficaram feridas, sem falar nos desaparecidos.

Colapso causado pelo terremoto no Afeganistão, na cidade de Herat, província homônima (ANN)

Os fortes terremotos consecutivos, de magnitude 6,3, ocorridos no sábado (7), no Afeganistão, na província de Herat, perto da divisa com o Irã.

Publicidade

Segundo as autoridades do Talibã, estima-se a morte de mais de 2 mil pessoas, acrescentando que o número pode aumentar ainda mais em um dos terremotos mais mortíferos que abalou o país em duas décadas.

Suhail Shaheen, porta-voz do Talibã baseado no Qatar, disse à Al Jazeera que muitas estão desaparecidas e que operações de resgate estavam em andamento para salvar as pessoas presas nos escombros. Estima-se que o número de pessoas feridas ultrapasse a casa dos 9 mil.

Shaheen disse que há uma necessidade urgente de tendas, artigos médicos e alimentares nas áreas mais afetadas pelo desastre, ao apelar aos empresários locais e às ONGs para que se apresentem para ajudar as pessoas necessitadas.

O terremoto de magnitude 6,3 foi a 40 quilômetros a noroeste da cidade de Herat (província homônima), por volta das 11h de sábado (15h30 em Tóquio), de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). Fortes tremores secundários foram sentidos nas províncias vizinhas de Badghis e Farah.

Fontes: ANN e Al Jazeera

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!