Airbnb quer transformar casas abandonadas no Japão em acomodações turísticas

A Airbnb planeja fazer parceria com empresas e governos locais para encorajar proprietários a investirem em renovações.

O Japão tem cerca de 8,49 milhões de akiya, ou casas desocupadas, de acordo com o Housing and Land Survey do Japão em 2018 (banco de imagens)

A Airbnb está buscando capitalizar em uma crescente faixa de casas desocupadas no Japão, esperando convencer donos a remodelarem as residências vazias e transformá-las em atrações turísticas.

Publicidade

“Pode ser uma boa fonte de renda após as pessoas se aposentarem com o avanço da idade. Se os proprietários de patrimônios desocupados os reformarem e convertê-los em acomodações, isso seria uma solução”, disse o chefe da Airbnb Japan, Yasuyuki Tanabe, ao site Nikkei.

A Airbnb espera fazer parceria com empresas e governos locais para encorajar donos de propriedades a investir em renovações, disse Tanabe ao Nikkei.

O número de akiya está aumentando e deve subir ainda mais. Muitas delas estão muito boas para serem abandonadas. Há também riscos de segurança se não forem cuidadas”, acrescentou Tanabe.

O Japão tem cerca de 8,49 milhões de akiya, ou casas desocupadas, de acordo com o Housing and Land Survey do Japão em 2018. A pesquisa é conduzida a cada 5 anos.

Muitas dessas casas foram abandonadas devido ao encolhimento e envelhecimento populacional do Japão, e estão tipicamente espalhadas por áreas rurais.

O governo tem oferecido incentivos para pessoas comprarem o terreno da casa e se mudarem. Estrangeiros de países com preços de casas em alta também estão vindo ao Japão buscando adquirir e restaurar essas akiya para morar.

Entretanto, o número de akiya ainda deve aumentar, com o Instituto de Pesquisa Nomura prevendo que pelo menos 30% das casas no Japão estarão abandonadas até 2033.

E então o Airbnb espera convencer donos que eles podem transformar seus patrimônios em uma fonte de renda.

A Airbnb está especialmente interessada nas kominka, ou casas de madeira tradicionais, as quais ela acredita que atrairão turistas estrangeiros interessados na história e cultura do Japão.

Fonte: Asia Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Chinês é preso por feminicídio: vítima foi sua namorada

Publicado em 30 de novembro de 2023, em Crime

A vítima japonesa havia consultado a polícia pelo ato de violência, dizendo que queria se separar dele.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!