Wasabi é eficaz em melhorar a memória de idosos, mostra estudo

Uma pesquisa descobriu que o hexaraphane – um componente encontrado no wasabi – ajuda a melhorar as memórias esporádica e de trabalho de idosos.

O wasabi é um tempero japonês tradicional e condimento popular no sushi (banco de imagens)

Um estudo recente descobriu que o wasabi, um tempero japonês tradicional e condimento popular no sushi, pode ser benéfico na melhoria da memória dos idosos e habilidades cognitivas.

Publicidade

A pesquisa, conduzida em conjunto pela fabricante de alimento japonesa Kinjirushi e a Universidade de Tohoku, focaram em um tipo de óleo de mostarda chamado hexaraphane encontrado em pequenas quantidades nas raízes da planta e rizomas (caules).

A pesquisa investigou se o composto, já conhecido por ter efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios no corpo, tem um impacto positivo na função cognitiva para adultos saudáveis com idade igual ou superior a 60 anos.

No total, 72 adultos saudáveis com idades entre 60 e 80 foram divididos em 2 grupos para a pesquisa, com um consumindo 0,8 miligramas de hexaraphane como suplemento diário – equivalente a 5 gramas de wasabi – por 12 semanas, enquanto o outro recebeu placebo*.

Testes cognitivos pós-teste mostraram que o grupo que consumiu o suplemento apresentou uma melhoria significativa em suas memórias esporádica e de trabalho comparados ao grupo do placebo.

Melhorias cognitivas foram particularmente evidentes em termos de suas habilidades em processar conversações curtas, executar cálculos simples e corresponder nomes a faces.

As descobertas foram publicadas em 30 de outubro na edição online do jornal europeu Nutrients.

A Kinjirushi disse que está explorando a possibilidade de usar a descoberta para desenvolver novos produtos destinados à melhoria de memória.

*Um placebo é elaborado para ter a aparência exata de um medicamento real, porém é composto por substâncias químicas inativas, como amido e açúcar.
Fonte: Japan Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Seca do Biwako continua ainda mais preocupante

Publicado em 28 de novembro de 2023, em Sociedade

O nível vem caindo dia a dia por falta de chuvas, sendo que o Lago Biwa é o fornecedor de água para quase 15 milhões de pessoas de 4 províncias de Kansai.

Biwako com nível normal de água (Wikimedia)

O Lago Biwa ou Biwako em japonês, situado na província de Shiga, é conhecido como o reservatório de água da região Kansai. No entanto, esse imenso lago está passando pela seca e o nível da água caiu ainda mais, chegando a 65 centímetros negativos. 

Publicidade

O nível é o mais baixo desde o histórico mínimo de 69 centímetros há um ano. 

Segundo a análise do governo da província de Shiga, acredita-se que a seca seja por falta das chuvas em setembro e outubro. Sem tufões nesse período, a precipitação média normal em setembro que é de 204mm, este ano foi de apenas 109mm. Em outubro também foi inferior, na casa dos 70%, pois a precipitação foi de 107mm.

Nos últimos 30 dias, o nível da água do Biwako vem reduzindo 1 centímetro a cada dois dias. 

Nessa situação, é possível ver a muralha de rochas do Castelo de Sakamoto, submerso. 

Na segunda-feira (27) o governo da província de Shiga estabeleceu um Conselho de Ligação e Coordenação da Queda do Nível da Água pela primeira vez em dois anos. O grupo analisará o impacto da seca na pesca e no ecossistema. Se a seca continuar, será preciso restringir o fornecimento de água para as províncias de Osaka e Quioto.  

Estão sendo liberados pelo menos 15 metros cúbicos de água por segundo e, se não chover, o nível da água cairá cerca de 1 centímetro por dia

Fontes: MBS, Yomiuri e Asahi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!