Japonesa doa 200 milhões de ienes para sua cidade natal, destinados à educação

Tanto ela quanto o falecido marido foram professores por longos anos, por isso, decidiram doar os 200 milhões de ienes para serem aplicados à educação.

A japonesa com a foto do falecido marido na cerimônia de doação, ao lado do prefeito de Inashiki (Asahi)

A japonesa Atsuko Hasegawa (長谷川淳子), 84 anos, residente em Narita (Chiba), doou títulos de ações no valor de 200 milhões de ienes para a prefeitura de Inashiki (Ibaraki), com o pedido que seja usado na educação das crianças de sua cidade natal.

Publicidade

Ela disse que quis retribuir à comunidade onde ela e seu falecido marido trabalharam nas escolas por longos anos. Ela foi orientadora educacional e o marido foi professor por décadas nas escolas primárias. 

Seu marido faleceu com 87 anos, em janeiro deste ano, e deixou como pedido fazer essa doação.

De acordo com o Conselho Municipal de Educação, o casal informou da sua intenção de doação em outubro do ano passado e foi iniciado o processo para aceitá-la. Pouco depois, a saúde do marido piorou e ele foi a óbito. Mas, a esposa cumpriu o seu desejo em 8 de novembro deste ano. As ações recebidas foram convertidas em dinheiro em espécie em 14 do mesmo mês.  

Segundo a viúva, o marido cursou a faculdade com dificuldades financeiras, por isso, seu desejo foi “espero poder ajudar as crianças que pretendem seguir para a faculdade e pós-graduação”. 

A prefeitura propôs a portaria e o orçamento necessários à reunião ordinária da Câmara Municipal realizada na terça-feira (5) para utilizar todo o valor como fundo a fim de destinar às bolsas de estudo e outros fins.  

“Somos muito gratos. Continuaremos a dar suporte às crianças de Inashiki para que possam prosseguir seus estudos”, disse o prefeito na cerimônia de doação em 1.º deste mês. 

Fonte: Asahi 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Após vários acidentes com rodas soltas, ministério ordena verificações de caminhões

Publicado em 6 de dezembro de 2023, em Sociedade

No ano fiscal de 2022, que terminou em março, 140 acidentes envolvendo rodas que se soltaram de veículos de grande porte em movimento foram reportados.

Em 1 ano foram reportados 140 acidentes envolvendo rodas que se soltaram de veículos de grande porte em movimento no Japão (ilustrativa/banco de imagens)

O Ministério dos Transportes do Japão ordenou que companhias de caminhões conduzam verificações de segurança de emergência de seus veículos, após acidentes recentes em que rodas se soltaram de caminhões em movimento e atingiram pessoas.

Publicidade

Duas rodas traseiras se soltaram de um caminhão de grande porte em uma via expressa na cidade de Hachinohe (Aomori) em 1º de dezembro. Elas atingiram e causaram a morte de um homem que estava trabalhando na beira da estrada e seu colega sofreu ferimento leve.

Um dia antes, um acidente similar ocorreu em uma estrada na cidade de Hamada (Shimane). Um homem que caminhava nas proximidades foi atingido e ferido.

Na segunda-feira (4), o ministério emitiu uma ordem de emergência para companhias de caminhões se certificarem que todas as rodas estão ajustadas de forma correta aos seus veículos.

A ordem também pediu que operadores verifiquem se manutenção obrigatória de caminhões que chegaram a certa quilometragem após troca de roda está sendo conduzida sem falha.

No ano fiscal de 2022, que terminou em março, 140 acidentes envolvendo rodas que se soltaram de veículos de grande porte em movimento foram reportados. Desses, 53% aconteceram dentro de 1 mês da troca de pneus e 76% dentro de 2 meses.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!