Residentes em Quioto são os que mais acordam tarde no Japão

A Bondavi, com sede em Yokohama, analisou 29.968 registros de horários de dormir e acordar por usuários em seu app entre 1º de janeiro e 17 de novembro de 2023.

Uma companhia no Japão que disponibiliza um app de registro de sono analisou 29.968 registros de horários de dormir e acordar de usuários (ilustrativa/banco de imagens)

Residentes na província de Quioto são os que mais demoram para acordar no Japão, anunciou em 5 de dezembro uma companhia que disponibiliza um app de registro de sono.

Publicidade

A Bondavi, com sede em Yokohama, analisou 29.968 registros de horários de dormir e acordar por usuários em seu app entre 1º de janeiro e 17 de novembro de 2023. Os resultados revelaram que Quioto também foi classificada no topo em termos de horários tardios de ir para a cama.

Os que acordam mais cedo no Japão, por província, eram de Miyazaki, com um horário de despertar às 6h44, seguida por Gunma às 6h45 e Toyama às 6h50. Os mais dorminhocos estavam em Quioto, às 7h32, seguida por Kochi às 7h28 e Kagawa às 7h27.

Enquanto isso, os residentes que dormem mais cedo se encontram na província de Nagano, à 00h10, seguida de perto por Miyazaki à 00h12 e Toyama à 00h14. Os que dormem mais tarde se encontram em Quioto, à 00h51, seguida por Ehime à 00h43 e Okayama à 00h42.

Pessoas nas 10 províncias mais densamente povoadas, como Tóquio e Osaka, foram dormir em um horário médio de 00h34 e acordaram às 7h12.

Em contraste, nas 10 províncias menos povoadas as pessoas dormiram à 00h22 e acordaram às 7h04 em média.

“Pessoas em áreas rurais tendem a ir para a cama mais cedo e levantar mais cedo. Cada vez mais pessoas estão interessadas em sono, mas descobrimos que aquelas em áreas rurais têm estilos de vida de sono mais ricos”, disse o presidente da Bondavi, Daisuke Toda, sobre os resultados.

Fonte: Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Militares dos EUA suspendem o uso do Osprey em todo o mundo

Publicado em 7 de dezembro de 2023, em Notícias do Mundo

Essa aeronave de uso militar teve os voos suspensos em todo o mundo onde está alocada, inclusive no Japão.

Aeronave militar Osprey (Picryl)

O Comando de Operações Especiais da Força Aérea dos EUA anunciou na quinta-feira (7), horário Tóquio, e quarta-feira (6), horário de Washington, que suspende temporariamente os voos da aeronave de uso militar Osprey em todo o mundo. 

Publicidade

A medida foi tomada em resposta ao acidente em que a aeronave militar caiu na costa leste de Yakushima (Kagoshima), em 29 de novembro, matando os 8 tripulantes. Até quinta-feira foram encontrados 6 deles, por isso as buscas pelos 2 demais continuam.

“As informações obtidas durante a fase inicial da investigação indicam que problemas com a aeronave podem ter levado ao acidente”, disse o porta-voz dos militares dos Estados Unidos. Declarou que a causa ainda é desconhecida.

De acordo com o Ministério da Defesa do Japão (MOD), há um total de 30 aeronaves militares Osprey dos EUA no país, em novembro, sendo que são 6 na Base Aérea de Yokota, em Tóquio, e 24 do Corpo de Fuzileiros Navais implantados na Base Aérea de Futenma, em Okinawa.

A Força de Autodefesa Terrestre do Japão também possui 14 unidades do Osprey, atualmente na guarnição de Kisarazu (Chiba), com voos suspensos desde que ocorreu o acidente com a aeronave americana. A informação é de que todas essas aeronaves Osprey pertencentes ao Japão estão sendo inspecionadas.

Fontes: NHK e Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!