PIB do Brasil cresce pelo 3º ano consecutivo

O crescimento do PIB do Brasil tem sido positivo desde 2021, quando o impacto da pandemia de coronavírus diminuiu.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o número na sexta-feira, 1º de março (banco de imagens)

O Brasil reportou que seu Produto Interno Bruto (PIB) para 2023 cresceu em 2,9% anualmente, marcando o terceiro ano consecutivo de aumento.

Publicidade

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o número na sexta-feira (1º).

O crescimento do PIB do Brasil tem sido positivo desde 2021, quando o impacto da pandemia de coronavírus diminuiu. O número para 2023 foi quase o mesmo do crescimento de 3% no ano no anterior.

O setor agrícola marcou um crescimento notável de 15,1% graças ao aumento da produção de soja e milho, os principais produtos agrícolas do Brasil.

Devido à produção aumentada de matéria-prima como petróleo e minério de ferro, o setor da indústria viu um crescimento de 1,6%. O setor de serviços cresceu em 2,4%.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na mídia social que seu país alcançou um crescimento muito maior do que o estimado e que realizará esforços para melhorar a qualidade de desenvolvimento crescimento econômico e padrões de vida das pessoas.

O banco central do Brasil projetou que a economia crescerá em 1,7% neste ano baseado na expectativa de que os gastos do consumidor continuem fortes.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

BYD lançará mais veículos e abrirá novas concessionárias no Japão

Publicado em 2 de março de 2024, em Sociedade

A BYD, que opera em 51 locais no Japão, incluindo 22 concessionárias, visa alcançar 100 até o fim de 2025.

Um Atto 3 da BYD (banco de imagens)

A BYD (Build Your Dreams) introduzirá uma série de novos modelos e expandirá sua rede de concessionárias no Japão, onde a gigante chinesa dos veículos elétricos (VEs) batalha para se infiltrar em um mercado desenvolvido saturado por híbridos e marcas domésticas.

Publicidade

Um sedã de luxo será lançado no fim deste ano, seguido por novos modelos em 2025 e 2026, disse a companhia na sexta-feira (1º).

Apesar de ultrapassar a Tesla de Elon Musk no ano passado como a fabricante de VEs que mais vende carros no mundo, a BYD ainda precisa encontrar uma âncora no Japão.

Ela vendeu menos de 1,5 mil carros de passageiros em 2023 no mercado, que é dominado por híbridos fabricados por marcas de legado como a Toyota.

A BYD, que opera em 51 locais no Japão, incluindo 22 concessionárias, visa alcançar 100 até o fim de 2025.

Uma versão renovada de seu popular SUV (veículo esportivo utilitário) elétrico Atto 3 foi colocada à venda na sexta-feira por ¥4,5 milhões (US$29.900) com uma autonomia de 470Km. Uma versão anterior lançada no mercado japonês em janeiro de 2023 foi seguida pelo Dolphin, um VE compacto, em setembro.

Fonte: Japan Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!