Chineses ricos na corrida para comprar imóveis no Japão

Os chineses milionários e bilionários vêm adquirindo imóveis no Japão, principalmente em Tóquio, mas também em Osaka, por 2 motivos.

Sala de um apartamento de luxo (PM)

Uma parte dos chineses ricos, milionários e bilionários, visitam o Japão, especialmente Tóquio, com a finalidade de comprar imóveis. Como pano de fundo há a depreciação do iene e também mais um fator.

Publicidade

Além do investimento imobiliário, o professor da Universidade Takushoku, Satoshi Tomisaka, explica que pode ser que são pessoas insatisfeitas com a política da China.

Uma palavra que está em alta por lá é 潤 (lê-se run). Embora seu significado seja úmido, umedecido ou usado também como sinônimo de lustroso, brilhante ou polido, tem a escrita romanizada igual à palavra em inglês, run, que significa fugir ou correr. Por lá, 潤 tem o significado de fugir para o exterior. Ou seja, se a situação piorar, podem fugir a qualquer momento se tiverem um imóvel no exterior.

200 milhões de ienes é barato

Yuan chinês (PM)

Ao ouvir essa frase, a primeira imagem que vem à mente é de uma pessoa com idade mais madura. Mas quem a disse é uma chinesa na faixa dos 30 anos, presidente de uma empresa de TI, que se interessou por um prédio novo de 3 andares, com 9 apartamentos, a 2 quilômetros de Shinjuku. 

Nesse dia andou percorrendo alguns imóveis e sua verba para investimento é de até 400 milhões de ienes. Esse de 200 milhões “é barato, pois o iene está desvalorizado”, disse.

Como disse ter se apaixonado pelo prédio recém-construído e sua localização, pensa em alugar por temporada no estilo Airbnb.

Corretor ganha 7 milhões de ienes ao mês

Quarto de um apartamento de luxo (PM)

Um casal em visita a Tóquio, que gosta de locais agitados, escolheu Roppongi, a área das celebridades para escolher um apartamento de luxo. O preço é superior a 200 milhões de ienes para um do tipo 2LDK.

A Worth Land, em Tóquio, uma corretora que lida principalmente com vendas de imóveis para chineses, está vendo um rápido aumento no número de clientes que desejam comprar propriedades no Japão. O presidente disse que há funcionários que chegam a obter uma renda de 7 milhões de ienes por mês só de comissões nas vendas.

Segundo ele, os chineses veem a aquisição de imóveis como um ativo seguro. Por isso, desembolsam sem pestanejar quando gostam do imóvel. As áreas preferidas são Minato-ku e Shibuya-ku, consideradas privilegiadas. Mas também, Chuo-ku e Koto-ku entram na lista.

Pagam milhões de ienes à vista

Não é só Tóquio a cidade visada pelos chineses ricos. Osaka também há interessados que desembolsam 40 milhões de ienes por uma casa, como também 120 milhões por um apartamento de luxo na segunda maior capital do Japão.

Como o país enfrenta o problema do declínio da taxa de natalidade e envelhecimento da população, os investidores estrangeiros interessados no mercado imobiliário japonês, pode-se dizer que caminham em direção à ajuda mútua. 

Fontes: FNN, Takushoku, 36KR e Mainichi

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Astronautas japoneses se juntarão à missão lunar da Nasa

Publicado em 11 de abril de 2024, em Sociedade

Os astronautas japoneses serão os primeiros de fora dos EUA a participarem de uma missão da Nasa na Lua.

Apenas americanos colocaram os pés na superfície lunar, com a última vez sendo há mais de 50 anos (ilustrativa/banco de imagens)

O primeiro-ministro Fumio Kishida e o presidente Joe Biden disseram que astronautas japoneses serão os primeiros de fora dos EUA a participarem de uma missão da Nasa na Lua.

Publicidade

Kishida e Biden fizeram o anúncio em Washington na quarta-feira (10).

Apenas americanos colocaram os pés na superfície lunar, com a última vez sendo há mais de 50 anos. Autoridades junto ao programa Artemis da Nasa têm a esperança de começar a enviar astronautas para a Lua novamente em 2026.

O ministro da ciência japonês, Masahito Moriyama, e o administrador da Nasa, Bill Nelson, assinaram um acordo na terça-feira (9) esboçando suas metas compartilhadas.

Astronautas japoneses devem participar de duas expedições. Enquanto estiverem lá, eles vão operar um veículo desenvolvido pela Agência de Exploração Aeroespacial Japonesa (Jaxa), Toyota Motor e outras companhias.

Moriyama disse que o governo de seu país e a indústria estão se juntando para desenvolver um veículo explorador que pode suportar o ambiente intenso da Lua.

Representantes do governo japonês disseram que pesquisar e desenvolver o veículo explorador custará milhões de dólares e têm a esperança de vê-lo em operação no ano de 2029.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!