Honda começa a vender seu kei elétrico N-Van e:

Elétrico, espaçoso, ideal para o trabalho e lazer, o N-Van e: tem também diversos sistemas de segurança para evitar acidentes. 

Honda N-Van e:, o kei elétrico, com opção de dupla cor (reprodução)

A Honda iniciou as vendas do novo N-Van e: que é um modelo que combina o pacote básico do N-Van com os benefícios exclusivos dos veículos elétricos (VE).

Publicidade

Além disso, o N-Van e: é espaçoso, por isso é considerado ideal para quem trabalha com entregas e também para quem gosta de lazer, como pescaria, acampar, ir à praia ou rio ou simplesmente passear.

Painel do novo kei elétrico (reprodução)

A bateria montada sob o piso do compartimento de carga tornou-se mais fina, criando mais espaço. O piso é plano e rebaixado, enquanto o teto foi elevado para criar um compartimento de carga espaçoso e de alta capacidade.

Além disso, a estrutura que permite abaixar o encosto do banco do passageiro para a frente e fazer o mesmo com os traseiros, coisas da N-Van que permanecem intactas.

Mantendo o design do seu antecessor, a grade frontal e outras peças são feitas de material de para-choque reciclado que foram descartados dos carros da montadora Honda.

Dobrando os assentos, o interior fica muito espaçoso (reprodução)

O interior foi melhorado para facilitar a utilização, com arrumação flexível e interruptores concentrados no lado do banco do motorista.

O kei elétrico tem autonomia de mais de 210 quilômetros, considerado o suficiente para operações de entrega e de lazer. 

Em termos de carregamento, é compatível com carregadores normais com saída de 6,0 kW com carga em pouco tempo, de aproximadamente 5 horas.  

Há uma cartela de 7 cores, sendo que há 2 opções para duplo colorido.

Cor única, ideal para uso comercial (reprodução)

Fontes: divulgação e Kuruma News

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Governador de Shizuoka vai renunciar após gafe insultando vendedores de vegetais

Publicado em 3 de abril de 2024, em Política

A renúncia vai ocorrer em meio a reações negativas após Heita Kawakatsu ter dito que funcionários públicos sendo integrados no governo provincial eram pessoas inteligentes, ‘ao contrário daquelas que vendem vegetais’.

Heita Kawakatsu vem cometendo gafes desde que se tornou governador em 2009 (Wikimedia)

O governador da província de Shizuoka disse na terça-feira (2) que renunciará em meio a reações negativas por uma gafe dizendo que funcionários públicos sendo integrados no governo provincial eram pessoas inteligentes, “ao contrário daquelas que vendem vegetais”.

Publicidade

Heita Kawakatsu disse aos repórteres que tem a intenção de “renunciar depois da assembleia provincial em junho” após fazer os comentários durante um discurso de 20 minutos a novos funcionários no dia anterior.

Kawakatsu disse durante o discurso que “todos aqui são pessoas brilhantes e inteligentes, ao contrário daquelas que vendem vegetais, cuidam de vacas ou criam coisas”.

Ele também disse aos futuros funcionários públicos que continuem honestos, cuidem da linguagem e que “era importante ser solidário e aderir as suas crenças”.

Kawakatsu vem cometendo gafes desde que se tornou governador em 2009.

No ano de 2021, a assembleia o orientou a renunciar após ele ter dito que a cidade de Gotenba “tinha apena o koshihikari” (um tipo de arroz) como sua especialidade local.

No mês passado, ele foi criticado por classificar regiões dentro de sua província com base em quão “cultas” ela são.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!