Usuária de cadeira de rodas foi impedida de embarcar em voo no Japão

A Peach Aviation disse que impediu o embarque da usuária de cadeira de rodas elétrica porque não conseguiu visualizar a bateria do equipamento.

Cabine de um avião da Peach Aviation (ilustrativa/banco de imagens)

Uma usuária de cadeira de rodas elétrica foi impedida de embarcar em um voo na província de Okinawa, no início deste mês, visto que a companhia aérea não conseguiu verificar visualmente a bateria do equipamento.

Publicidade

O caso levou o Ministério dos Transportes a notificar companhias aéreas que tais inspeções visuais não são necessariamente exigidas.

O incidente ocorreu no Aeroporto de Naha em 5 de abril. A companhia aérea de baixo custo Peach Aviation se negou a permitir que a cadeira de rodas fosse transportada em um voo com destino a Taiwan.

A passageira havia notificado a companhia aérea com antecedência sobre o modelo de sua cadeira de rodas e tipo de bateria.

Entretanto, a aérea diz que a bateria estava sob uma capa e não podia ser visualizada.

Segundo a empresa, regras internas exigem uma verificação visual.

A Peach Aviation diz que pediu desculpas à passageira e pagou um voo alternativo em uma outra companhia aérea.

O Ministério dos Transportes notificou companhias aéreas na segunda-feira (15) que padrões sob a lei da aviação permitem que passageiros declarem as especificações de baterias através de documentos ou exposições orais.

O ministro dos Transportes, Tetsuo Saito, disse na terça-feira (16) que o ministério verificará se a Peach Aviation ofereceu consideração razoável a pessoas com deficiência e emitirá orientações para a empresa se necessário.

A Peach Aviation diz que vai considerar sua resposta com base na notificação do ministério.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Filipino morre em acidente de trabalho na fábrica

Publicado em 17 de abril de 2024, em Acidentes

Uma estrutura de aço de mais de 1 tonelada caiu sobre o trabalhador filipino. Embora tenha sido socorrido, foi a óbito em seguida.

Polícia na fábrica onde ocorreu o acidente de trabalho fatal com filipino (MRO/JNN)

Segundo a polícia, pouco depois das 14h de terça-feira (16), entrou uma chamada no 119 pedindo socorro para um trabalhador caído em uma fábrica de processamento de estruturas de aço situada em Minato 2 chome, na cidade de Kanazawa (Ishikawa).

Publicidade

Os bombeiros e os paramédicos foram para o local, onde encontraram o estagiário técnico filipino, ハンダード・ブライアン・エンソモ, 27, gravemente ferido, por isso foi encaminhado rapidamente para o hospital. Cerca de 2 horas e meia depois foi confirmado o óbito.

De acordo com a polícia, ele estava trabalhando na usinagem das estruturas de aço com outros dois colegas. Mas, assim que os dois saíram do local ouviram o som de uma dessas estruturas caindo. O filipino operava um guindaste sozinho na fábrica quando essa estrutura de aço pesando mais de 1 tonelada caiu e o feriu.

A polícia está investigando o acidente, inclusive se houve algum problema durante o processo no trabalho. Por isso, a cena foi reconstituída no local para determinar a causa desse acidente que tirou a vida do trabalhador.

Estruturas de aço que pesam mais de 1 tonelada (NTV)

Fontes: NTV e MRO/JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - promoção Torcida BB!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!