Kuwait ordena que embaixador norte-coreano saia do país

O Kuwait ordenou que o embaixador da Coreia do Norte deixe o país dentro de 1 mês.

O Kuwait rebaixou as relações diplomáticas com Pyongyang (YouTube/Arirang News)

O Kuwait ordenou que o embaixador da Coreia do Norte deixe o país dentro de 1 mês, visto que o país do Golfo rebaixou as relações diplomáticas com Pyongyang, disse um diplomata norte-coreano na região do Golfo no domingo (17).

Publicidade

O Conselho de Segurança das Nações Unidas impôs novas sanções após o 6º e maior teste nuclear da Coreia do Norte neste mês, e os Estados Unidos pediram aos países para romper laços diplomáticos e financeiros com o regime.

O diplomata, que pediu para não ser identificado, disse à Reuters que o embaixador, So Chang Si, deixará o país após a decisão do Kuwait em rebaixar a representação diplomática norte-coreana ao nível de encarregado de negócios.

Contudo, Chang Sik estava planejando deixar o país no final de setembro porque seu termo terminou, frisou o diplomata.

Oficiais do Kuwait não responderam imediatamente quando solicitados a comentar sobre o assunto.

No Kuwait, onde vivem cerca de 3.000 norte-coreanos, vem abrigando missões exclusivas norte-coreanas na região do Golfo.

A declaração do Kuwait ocorre após o presidente dos EUA, Donald Trump, ter se encontrado com o chefe de estado do Golfo em Washington no início deste mês.

No mês passado, o país do Golfo interrompeu voos diretos de Pyongyang, assim como vistos de entrada e licenças comerciais, divulgou a agência de notícias KUNA, citando um oficial do ministério de relações exteriores.

O ministro de relações exteriores do Kuwait disse que, no momento, estava comprometido a implementar as resoluções com Conselho de Segurança sobre a Coreia do Norte, salientando que interrompeu empréstimos ao governo asiático, proibiu importações e cortou o número de seus diplomatas no país.

Fonte: Reuters
Imagem: YouTube (Arirang News)

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Dia do Idoso: Japão é o país com maior número de idosos do mundo

Publicado em 18 de setembro de 2017, em Sociedade

Enquanto há declínio da população, cresce o número de idosos acima de 65 anos. São quase 30% no Japão, com elevado número de longevos.

Japão tem o maior número de idosos do mundo e os mais de 90 anos ultrapassaram 2 milhões (PDP/Pixabay)

Comemora-se do Dia do Idoso nesta segunda-feira (18), feriado nacional. O registro de 27,7% de pessoas acima de 65 anos é histórico. Nunca antes houve esse número de população da terceira idade.

Publicidade

De acordo com o Ministério dos Assuntos Internos e das Comunicações, a população geral do Japão teve um declínio de 210 mil pessoas em relação ao ano anterior, em estatística de 15 deste mês.

Maior número de idosos do mundo

No entanto, houve aumento do número de idosos em 0,5%, subindo para 27,7%, tornando-se o país com maior número de pessoas da terceira idade no mundo. Em segundo lugar vem a Itália com 23%.

Os longevos acima de 90 anos ultrapassaram a casa dos 2 milhões, chegando a 2,06 milhões. Eles representam 1,6% da população total, o dobro dos idosos longevos dos Estados Unidos.

Por 13 anos consecutivos, foi verificado que o número de idosos empregados aumentou para 7,7 milhões. Este ano foi registrado recorde desses trabalhadores.

Fonte: JNN
Foto: Public Domain Pictures e Pixabay

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros